CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

16 de abril de 2016

ENTRE ASPAS


Arrasto para o jardim
a velha cadeira de vime
de onde posso ver
 a cara feia do silêncio
e a meiguice das estrelas.
Sem você nesta noite de sábado
sinto que meu olhar não tem viço
e meu coração não tem alegria.
Sou um átomo pensante
insignificante partícula
de uma sociedade patológica
em busca de soluções e de verdades.
Um pensamento distraído
 busca a luz da lua
quando repentinamente
a solidão e a ansiedade
fogem para longe.
Meu corpo se agita
com a cantoria dos jovens
o chão treme
  com o alto volume do som
na chácara ao lado.
Sorrindo contagio-me
com a música popular e alegre
que diz assim:
"Não me interessa se ela é coroa
panela velha é que faz comida boa...
Não me interessa se ela é coroa
panela velha é que faz comida boa..."

Shirley Brunelli Crestana

35 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

rsssssssss...Ainda bem que conseguiste rir da música...Melhor pra mim, seria o silêncio, céu e estrelas,rs Ficou legal! bjs, ótimo fds! chica

Carmem Grinheiro disse...

Olá Shirley.
A alegria alheia cativa-nos é verdade. Bom quando se tem essa capacidade de sentir a vibração da música alegre.
Vou lhe dizer: reconheci de imediato a letra do refrão! Já não lembro o nome do cantor, mas sei que minha mãe adorava essa música - ainda hoje, de vez em quando, ainda é capaz de cantarolar =)
Bom fim-de-semana.
bjn amg

Cidália Ferreira disse...

Olhe que é bem verdade! ;-)

Adorei

Beijo e um excelente fim de semana.

Coisas de Uma Vida 172

Jaime Portela disse...

Mas eu adoro o resultado poético do seu "átomo pensante". A Shirley não é panela velha, mas faz poesia boa.
Excelente, inspiração em alta, como sempre.
Bom fim de semana, querida amiga Shirley.
Beijo.

Arco-Íris de Frida disse...

Ia preferir o silencio...ando trocando qualquer coisa por sossego...

Shirley,que vc tenha um otimo fim de semana...

Beijos...

ReltiH disse...

UN POEMA MUY ALEGRE. GRACIAS POR COMPARTIR.
ABRAZOS

Brisa disse...

Shirley
Em silêncio e olhando a luz da lua,o teu sorriso de palavras só pode contagiar quem te rodeia...

Beijinho

Mariangela do lago vieira disse...

Oi Shirley, boa tarde querida amiga.
Quando estamos com o coração triste, nada como uma musiquinha para alegrar!
Beijos amiga, e uma ótima tarde!
Mariangela

Laura Santos disse...

Somos realmente "insignificantes partículas" com um significado e profundidade imensos. Porque para além do silêncio e da solidão que incomoda, e de uma "sociedade patológica" que nos exige a busca da luminosidade nas estrelas e na lua, surgem de vez em quando momentos que nos despertam dessa quase letargia e nos fazem sorrir; um pouco de humor para aliviar as angústias! E é bem verdade que panela velha tem, pelo menos experiência de "cozedura". ;-)
Um belo poema com um final surpreendente.
Bom fim de semana, Shirley.
xx

Ane disse...

Oi Shirley! Cá pra nós,detesto som alto!! Mas no seu caso,que bom que você se contagiou com a música do vizinho...kkkk...
Ainda bem que ainda existem "átomos pensantes",a maioria só segue o que dizem por aí,sem nem ao menos averiguar se é verdade...
Um abraço!

Jorge disse...

Coroa é sinónimo de maturidade! Amo coroas!

Beijinho e bom fim-de-semana!

:))

Fábio Murilo disse...

Tou assim agora, Shirley. Todo sábado é assim, verso também de uma canção de José Augusto. Coisas simples como comer uma pizza nessas noites de sábado, ir ao cinema do centro ao lado de quem se gosta, que compactue a mesma alegria, que se contagie, que ria alto, conte uma piada... Algo assim. Que aproveite a vida, como esses jovens o fazem tão bem, verdes corações, sem as marcas da desilusão. Melancólico. Beijos!

Célia Rangel disse...

Shirley... o silêncio e a companhia das estrelas nos faz um bem enorme. Em seus versos vê-se claramente o quanto a maturidade nos faz bem! Momento único de escolhas certas.
Abraço.

ONG ALERTA disse...

Contagiante...
Bjbj Lisette.

Elisabete disse...

A coroa pertence aos sábios pela sua experiência de vida.
Gostei deste seu poema tão bem disposto.
Bom domingo.

Vieira Calado disse...

Por cá diz-se que a galinha velha é a que faz melhor cabidela! (não se por aí, usam o termo...)
Bom fim de semana
Bjsss!

Celeste Giusti disse...

Eu estava tão séria lendo o poema quando me deparo com a irreverência do final, risos.. Muito bom,, beijão da Celeste.

Bom fim de semana! :) <3

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, não há sentimento depressivo que resista ao impacto irreverente de uma canção popular onde nós brasileiros somos mestres...Veio a calhar porque o "átomo pensante" não gosta de solidão e é com seus semelhantes que produz a energia que constrói o Universo.
um abraço, Paz e Bem!
nota; coincidentemente a minha última postagem faz referência à consciência do minúsculo ser pensante que somos e na nossa consciência do Universo.

Toninho disse...

Às vezes o melhor é ouvir uma canção amiga, ainda que não seja daquelas que falam da vida e ou das coisas do coração.
Bela irreverencia.
Um abração na boa semana.
Bjs

Graça Pires disse...

Ouvir o silêncio. E depois saber rir das coisas e dessa "sociedade patológica"... Gostei muito do poema.
Um beijo.

O Árabe disse...

Sabedoria popular... quem há de contrariar, Shirley? :) E o poema ficou ótimo, com essa nota de humor! Boa semana, amiga.

Malu Silva disse...

Encantamento pela vida, mesmo em momentos complicados e uma música, são grandes remédios que médico algum consegue receitar!

Élys disse...

Bom que a música te alegrou e não te sentistw mais solitária.
Tenha uma linda semana.

Marina Fligueira disse...

Hola Shirley.

Nos dejas un bello poema para la reflexión; que somos en realidad, seres humanos con inmensa sensibilidad y sentimientos,la vida tiene que tener un significado, vivirla con alegría, escuchar esa música que nos gusta, bailar a su compás... o optar por el silencio que también nos sirve con su voz espiritual para vernos por dentro y tratar de liberar lo que a veces pesa.

Ha sido un placer pasar a leerte que aunque a veces no entiendo bien el idioma, pero intuyo lo que quiere decir.

Un abrazo, admiración y gratitud.
Se muy muy feliz.

heretico disse...

fazer cara feia ao silêncio - isso que mais importa.
gostei do poema.

Marina Fligueira disse...

Gracias, reina de la poesía.

Un abrazo y ten una feliz semana.

Emília Pinto disse...

E nesta " socidade patológico" o que nos vale é a alegria que outros mostram, alegria ruidosa, tavez para assim nao se deixarem contagiar com os ruidos que nos entram pela sasa dentro e que nos deixam abatidos de tão animalescos e irracionais que são. Guerras, abalos sísmicos, fome e outras misérias humanas que nos aordoam e machucam a nossa alma. Tenho uma vizinha por cima do meu apartamento que sempre coloca a música em alto volume, ao contrário de mim que gosto do silêncio. Por vezes penso: " deixá-la...trabalha muito e agora tem o direito de desanuviar a cabeça. É nova ainda, tem dois filhos pequenos; depois do trabalho fora, tem o de casa. Incomoda-me? Às vezes sim, mas....há ruidos piores embora venham de longe, ruidos que nos entristecem. Gostei muito, Shirley. Obrigada. Um beijinho
Emilia

Emília Pinto disse...

Corrigindo...contagiar pelos....pela casa dentro
atordoam
Desculpa! Beijos

Pedro Luso disse...

Shirley,
Você diz, no seu canto, que “um pensamento distraído” pode, com a luz da lua, espantar a solidão e a ansiedade. Dentre outras, essa é uma bela mensagem de seu poema. Parabéns.
Abraços.

Odete Ferreira disse...

Acho sempre muito interessante a forma como vertes em boa poesia, fatos, peripécias, pensamentos...
Eis mais um caso! Gostei imenso!
Bjo :)

Jorge Sader Filho disse...

Alguma dúvida, Shirley?
Se existe, faça uma faxina, bela!
Beijo e carinhos.

Maria Teresa Valente disse...

Quando absortos em nossos pensamentos, querendo buscar saudade, o melhor é sorrir para o que nos distrai!
És jovem, Shirley, por admirar o talento poético, indiquei o seu blog ao "Prêmio Dardos" http://www.teceramor.com/2016/04/premio-dardos.html.
Feliz final de semana, abraços carinhosos
Maria Teresa

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Vivemos numa sociedade altamente patológica.Não nos deixemos contaminar e continuemos a caminhar no asfalto.Sempre em frente.

Beijinho doce:)

Jaime Portela disse...

Gostei de reler este seu excelente poema.
Bom fim de semana, querida amiga Shirley.
Beijo.

Jorge disse...

Olá, Shirley!

A música tem um papel importante nosso estado de espírito. A música tem o poder de altera-nos o humor.

(Não, não vou partir, é apenas uma pausa necessária devido à excessiva carga de trabalho que inclui várias deslocações por esta Europa fora. Mas logo estou de volta)

Um beijinho doce, amiga!

:))