CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

6 de fevereiro de 2016

ASPIRAÇÃO


Cubro-me
com o silêncio das paredes
e enquanto a noite
 caminha lenta
vejo a lua
 quase nua
acariciar
com sua meiguice
  sentimentos estranhos
 albergados
nas folhas adormecidas.
Sem interesse
sinto as coisas inanimadas
provisórias
sem valor algum...
Influenciada pelo luar
 antes que as horas
 tragam a madrugada
olho outra vez  o céu
escrevo mais um verso
tentando compreender
humildemente
 as leis infinitas
 e imutáveis do universo...


Shirley Brunelli Crestana

27 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Que lindo e a lua, perfeita companheira para versos escrever! bjs, lindo feriadão! chica

Jorge disse...

Que fantástica inspiração, Shirley.
Beijinho e bom fim-de-semana!

Cidália Ferreira disse...

Fantástico, este poema. Parabéns.

Um excelente sábado. Beijinhos


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

tesco disse...

ABSTRAÇÃO
tesco
(2016.02.06)

Cai dentro em mim o teu olhar ausente
Teu pensamento é amplo, nada digo
Tu estás alheia a qualquer perigo
Quase nada repercute em tua mente

Tão só a Lua parece estar contigo
Nao sei o que teu espírito pressente
Mas se o Supremo Ser assim consente
É algo que, seja o que for, bendigo

Mas, sem interesse em coisa alguma,
- Apenas olha o céu na madrugada -
Não volverás olhar para o meu verso

Este lindo olhar envolto em bruma
Mostra os sinais da grande empreitada:
Tenta abranger as Leis do Universo!

Kisojn!

ONG ALERTA disse...

Que venham muitos versos Bjbjbj Lisette.

Lu Nogfer disse...

Que lindo Shirley. Parabéns pela linda inspiração!

Beijos.

Salete disse...

Do universo desconhecido, há sempre algo novo para se aprender.

Excelente o poema, Shirley.

Beijinho.

ReltiH disse...

HAY MUCHA COHERENCIA EN TUS PENSAMIENTOS.
ABRAZOS

Jorge Sader Filho disse...

Muitas e muitas vezes, assombra-me a grandeza do Universo, Bela Shirley.
Não o compreendo. Vivo nele; isto me basta!
Beijo.

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Mi querida Shirley ¡Qué hermosa es la naturaleza, todo el firmamento!
Su belleza nos lleva a su Creador.
Gracias
Hoy mi entrada se entiende con el corazón, no hace fAlta el traductor.
Un gran abrazo

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Shirley.
Encantada com teus versos e a tentativa de compreender os mistérios do Universo sob a luz do luar, tão poderosa, grandiosa e humana.
Parabéns!
Amei.
Lindo feriado de paz!
Beijos na alma.

Elisabete disse...

Gostei muito.
Bjs

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, senti consigo o encanto da Lua e nos seus lindos versos me encontrei...acho que estava em alma do seu lado cogitando sobre os mistérios do Universo. muito bom!
Um abraço

Graça Pires disse...

A lua é realmente dos poetas... Gostei muito.
Beijo.

heretico disse...

a lua é feiticeira, sem dúvida. e por vezes transporta-nos à infinitude...

belo poema.

beiji

Toninho disse...

Que linda inspiração, onde pode-se ver os olhos voltados para o Céu estrelado e uma Lua nua a deslizar lentamente deixando um rasto luminoso de onde se desprendem palavras que formam o poema.
Lindo demais Shirley.
Aplausos amiga neste viagem maravilhosa.
Uma semana de coisas boas e muitas inspirações.
Meu terno abraço e beijo paz amiga.

Odete Ferreira disse...

A lua é uma feiticeira nata: enfeitiça o olhar e torna-o acutilante no questionamento que o enigmático universo impulsiona!
Muito bem transposto em verso esta inquietude, Shirley.
Bjo :)

Manuel disse...

Muy,muy bonito. Yo a veces hago lo mismo, miro por la ventana y quedo absorto o ensimismado con la naturaleza, ya que tengo la suerte de vivir en un pequeño pueblo.
Besos.

Marina Fligueira disse...

¡Hola Shirley!

¡Caramba, nos dejas un exquisito poema! Aunque con un pizco de melancolía, pero que le queda superior... Chapó.

Tus letras me emocionan, ese sentir las cosas con humildad, habla bien de ti, y es que en la noche cuando la luna nos alumbra en la soledad de nuestro cuarto, valoramos mejor lo que tenemos lo que somos, y dejamos mas de lado lo material que en definitiva, va a quedar aquí todo, y nosotros nos iremos tan desnudos como hemos llegado.
Ha sido y es siempre un inmenso placer pasar a leerte, Shirley.

Te dejo mi gratitud y mi abrazo inmenso,Poeta Grande.

Se muy muy feliz.

Estaré ausente por un tiempo. Espérame

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi Shirley, esta nossa musa, será sempre a fonte inspiradora de tantas viagens solitárias!
Lindo.
Beijos, uma ótima semana!
Mariangela

As Mulheres 4estacoes disse...

Compreender as leis universais nem sempre é tarefa fácil.
Tantas coisas nos fogem ao conhecimento...
Um abraço, Sônia

Lucinalva disse...

Olá Shirley
Lindo poema, desejo um belo dia. Bjs querida.

Ghost e Bindi disse...

Alguém me disse que eu só começaria a entender as leis do universo quando as entendesse dentro de mim, pequeno espelho das leis divinas, onde a vida cria a todo o instante. Desde então tenho estado a olhar para dentro, sem julgar, apenas vendo passar o rebanho dos meus pensamentos e emoções. Reconheço-me nos outros, em cada defeito e virtude, e vejo o porquê da necessidade do perdão e da tolerância. E a cada dia sinto-me mais dentro do universo, e o universo dentro de mim, a ponto de não mais tentar entendê-lo...pois já o vivo em suas ondas que vão e vem.
Um abraço com amor e carinho
Bíndi & Ghost

Jaime Portela disse...

E a lua, fazendo parte do universo (também poético) cumpre igualmente "as leis infinitas e imutáveis do universo".
Mais um excelente poema, minha querida amiga. Gostei imenso, como sempre.
Bom fim de semana, Shirley.
Abraços.

Pedro Luso disse...

Sherley,
Essa procura do insondável, como as leis do universo, na sua grandeza e mistério, serão sempre uma constante e duradoura provocação aos poetas.
Abraços

Vera Lúcia disse...


Lindo demais, amiga!
Que inspiração!!!!

Beijão.

Laura Santos disse...

Incrível como a tua poesia consegue dançar e enlaçar-se com as forças da natureza, na sua quietude, na sua grandeza, na sua obscuridade, e no seu brilho.
Lindo!
xx