CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

31 de outubro de 2015

DESABAFO


Viajei pelos espaços siderais
perambulei
 em várias dimensões de espaço tempo
percorri milhares de estrelas
planetas e satélites
tentei desenvolver atributos divinos
mas
ainda não consegui apagar os pecados
que me impedem de ter
 a ventura de te encontrar...


Shirley Brunelli Crestana

24 de outubro de 2015

MINÚCIAS


É noite
olho o céu
estou lunar
meditativa
falo com os astros
absorvo as sutis vibrações do universo
sinto uma energia balsamizante...
Em meio ao trabalho mental
flutuo levemente
como nuvem de algodão
e porque você vai chegar
solto os cabelos
pinto os lábios
faço-me bela
até esqueço que passei
um dia pleno de monotonia
quadriculado pela grade da janela.


Shirley Brunelli Crestana

17 de outubro de 2015

APENAS ISSO


Retalhos de sombras e de espumas
cicatrizes das lembranças...
Finco os olhos na vida
num dia incerto e insano
e vejo que sou
 apenas um barco
num mar violento
congelado de silêncio...


Shirley Brunelli Crestana

10 de outubro de 2015

BOM SERIA


Eu queria sentir tua voz macia
nos meus ouvidos enferrujados de solidão.
Nesse outubro calorento e emoldurado
pelo canto vigoroso e linear das cigarras
vejo-me atada ao chão
dessa vida primária e rudimentar...
Meu amor
sem tua presença
vagueio nas mesmices ilusórias
desse mundo físico transitório.
Eu queria...
Ah! Como eu queria
alcançar a paz profunda
para poder plasmar do universo
toda beleza
e toda poesia.


Shirley Brunelli Crestana

3 de outubro de 2015

SE FOSSE VERDADE


Eu gostaria de ser um vagalume
para piscar estrelas na escuridão
ou uma pedra com cara de chuva
para ficar fincada no chão.
O que eu queria mesmo
era ser o vento que passa
não sei o que tem dentro
nele ninguém sobe
dele ninguém desce.
Um dia dei um tiro no vento
quando se engraçou com a minha saia
e desafiou os meus cabelos...
Ah! A noite passada
para não perder a hora
dormi
com a janela aberta de bumbum pra lua.
Eu não. A janela.
Quando chegou o alvorecer
a manhã vestida de seda
fez cócegas no meu nariz
com um fiozinho de sol.
Acordei devagar como uma nuvem
tudo parecia verdade...
Hoje quero estar
 predominantemente lúcida e solidária
para poder entender
o princípio de relatividade de Einstein
e todas as desventuras da humanidade...



Shirley Brunelli Crestana