CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

29 de agosto de 2015

LIMITES


Alinhavo lembranças
nos véus do tempo
e penduro-as
numa parede imaginária
num pedaço do meu viver.
Alavanco a tarde
com o azul do céu
e numa caixa de papelão
guardo o canto dos pássaros.
Minha alma diverte-se
ao dar nós
na linha do horizonte
mas
 não tem jeito
sinto a vida efêmera
 tudo é nada sem você...


Shirley Brunelli Crestana

22 de agosto de 2015

RODEIO


Na fronteira da vida
um portal sinistro se abre
e o nosso irmão menor
indefeso e inocente
depara-se com a imensidão
da crueldade humana.
À sua frente está o homem
exibindo pseudo coragem
e evidente ignorância
sem saber que semeia e aduba
sua futura colheita.
É incompreensível
que por ganância
criaturas se vendam e soneguem
a própria consciência.
Rodeio
tourada
vaquejada
são palavras
carregadas de terror.
Diante de tanta covardia
de tanto primitivismo
meu coração angustiado emerge
de singular perplexidade.
Nessas horas abissais
eu daria minha vida
para acabar com essa maldade
e salvar os animais.


Shirley Brunelli Crestana

15 de agosto de 2015

TEMPO DE ESQUECER


Fecho os olhos
cruzo distâncias
sobre o abismo do peito
e lembranças
 fustigam-me a mente.
Guardo do passado
o som de tempestades
cheias de sementes e de ossos.
Esmago com os pés a solidão
e caminho com passos largos
como se eu tivesse para onde ir...


Shirley Brunelli Crestana

8 de agosto de 2015

TARDE


Estaciono o carro
no meio-fio do silêncio
e o vento audacioso de agosto
desafia um gato que passa
se esgueirando pelo muro rebocado
pintado de cores sujas.
Nada é definitivo
nem essa espera
nem essas horas de asas trincadas.
Eu só preciso
de um nutriente essencial
para dar um ponta-pé
nessa tarde que custa a passar...



Shirley Brunelli Crestana

1 de agosto de 2015

CONTEMPLANDO O VERDE


A luz dourada do entardecer
alumia e escorre
pelas leiras dos canaviais.
A terra quente
as plantas 
os pássaros
em uníssono
cantam com o vento
a canção da bem-aventurança
e do Amor Maior.
O coração 
saudoso e reverente
queda-se
diante das crenças
da imaginação
dos sonhos
e cansado da lida
exprime comoção
 nos olhos úmidos
 de tanta paz
  de tanta vida...


Shirley Brunelli Crestana