CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

7 de novembro de 2015

VERNIZ


Você me olha
e não sabe que sou
explícita mentira
mistura de conceitos
escória da verdadeira essência.
Sou guerreira
perdedora de muitas lutas
pecadora de muitas vidas.
Vivo de ângulos e intenções
momentos
flashes
vontade de ser
de cruzar todas as pontes
de ultrapassar todas as linhas.
Algum dia
meu amor
vou lhe dizer que você se ilude
quando me olha e pensa que me vê...


Shirley Brunelli Crestana

43 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Intensa revelação! Bela poesia! bjs, chica e um fds lindo pra ti!

Arco-Íris de Frida disse...

Nossa!!! intenso, forte... lindo poema...

Beijos...

lua singular disse...

Mama mia,
Esse é e não é, vai deixar essa jovem numa intensa solidão.
Beijos no coração
Minicontista2

TEMAS LIVRES disse...

Shirley
Menos que a beleza do desabafo dentro do poema, me obrigou a refletir um pouco, sabe.

José Carlos Sant Anna disse...

É para balançar as convicções do Outro?
O eu do discurso sabe o que diz ou medita?
Um belo poema, como sempre.
Um bom final de semana.
Beijos...

Ivone disse...

Que lindo, sempre somos uns mistérios, nem sempre podemos nos revelar totalmente, acho que é por medo de perdermos o fascínio, o encanto!
Amei ler!
Abraços!

Cidália Ferreira disse...

Que poema lindo e interessante! Adorei

Um bom sábado
beijinhos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Guaraciaba Perides disse...

Como posso conhecer o outro se nem ao menos sei quem verdadei
ramente sou?às vezes somos surpreendidos com nossos modos de ser e de agir.
Um abraço

Laura Santos disse...

A verdadeira essência existe sempre para além da capa exterior; nas marcas de todas as lutas acontecidas, em todas as virtudes, em todos os pecados, em todo o interdito, e em todo o desejo concretizado ou não na transgressão.
De facto nem nós próprios nos conhecemos. Vamos acontecendo!
Belo poema, Shirley!
xx

Mariangela do Lago Vieira disse...

Ninguém conhece ninguém! Nem nós mesmos.
Tem tantas coisas além da aparência!
Lindo demais amiga. Sempre a nos surpreender!
Beijos e uma ótima tarde!
Mariangela

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Uma personalidade escondida,desejando mostrar quem realmente seja.
Lindo Shirley.
Bjs-Carmen Lúcia.

José Carlos Sant Anna disse...

Que bela nuance no poema.À primeira vista, o eu do discurso balança o coreto ou as convicções do Outro ao dizer-lhe que o olhar dele o engana. E o faz de forma tão incisiva que não há outro remédio senão sublimar o que o ilude.
Por outro lado, pode-se inferir o fingimento poético do eu lírico. Intencionalmente talvez queira essa dicotomia, pois é esta dicotomia que torna o poema ainda mais rico e interessante.
Gostei demais do poema.
Abraços, Shirley!

P.S.: Na verdade, o comentário anterior deu erro. Achei que não tivesse ido. Escrevi outro e postei. Se achar excessivo, elimine um deles.

Amélia disse...

Maravilhoso poema! Grande revelação.
Bom fim de semana
Beijos

karin rosenkranz disse...

Felicitaciones! tienes un blog maravilloso!

Ingrid disse...

Sempre temos lados desconhecidos..
beijos linda Shirley

Salete disse...

Excelente poema, Shirley.Gostei muito.

Beijinho.

Jorge Sader Filho disse...

Toda mulher tem seus mistérios, e é este fato que a coloca encantadora!
Beijos, querida Shirley.

As Mulheres 4estacoes disse...

Que lindo! Sempre uma camada de verniz à nos cobrir a verdadeira essência.
Um abraço, Sônia.

Cidália Ferreira disse...

Desejando um optimo Domingo
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ghost e Bindi disse...

Aqui, após cruzar o rio do esquecimento, a caravana de almas avança meio cegamente pelas areias do tempo...bendito esquecimento, que nos iguala a todos, amigos e inimigos, na missão de regeneração individual.
Mas é tão difícil fugir das mentiras da mente, dos desejos pueris do corpo, das emoções perturbadoras, que a todo instante lutam para se impor. O ego não quer morrer.A fantasia que o Ator enverga para se mover no palco, como estranho fantasma, reveste-o em todos os momentos e a ele se cola, a ponto do Ator ao olhar-se no espelho, não se reconhecer mais senão como o personagem. Pedaço a pedaço, precisa ele rasgar esta roupa feita dos remendos de muitos anos cerzidos, para descobrir-se novamente quem é.
Sempre um belo texto seu a nos instigar, querida amiga!
Desejo um ótimo domingo

Bíndi e Ghost

Elisabete disse...

Grande ilusão, não é?
Amei.
Bjs

Sou o que sou disse...

Bom dia Shirley.
Lindo poema, portador de uma força absoluta!
Todos temos algo de mistério, ninguém há de nos conhecer plenamente além de nós mesmos...
Parabéns! Um abraço, lu.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Shirley.
Seus poemas são sempre muito profundos, fato.
Gosto muito em ler cada versos seu e sentir a fortaleza, sensibilidade e verdade que vem deles.
Muitos nos olham, na realidade, sequer nos enxergam, isso mesmo.
Parabéns!
Beijos na alma e linda semana de paz!

lua singular disse...

Uma linda noite para você princesa
Beijos no coração
Lua Singular

Zulmira Romariz disse...

Linda poesia, é sempre um prazer ler, beijo e boa semana amiga

lua singular disse...

Oi princesa
Amanhã tem surpresa no Minicontista2
Durma bem
Beijos
Lua Singular

Toninho disse...

Com um final fatal e fantástico.
Linda criação para este distanciamento nada lindo.
Uma semana maravilhosa amiga.
Abraços e beijo de paz.

Vera Lúcia disse...



Olá queridoka,

Na verdade, difícil enxergar a verdadeira essência de uma pessoa. As aparências superficiais levam sempre a equívocos. Todavia, há almas que se reconhecem e se enxergam profundamente.
Perdedores de lutas e pecadores de outras vidas somos todos, pois aqui estamos para procurar nos redimir, não é verdade?
Verniz pode mascarar a essência.
Por outro lado, nós mesmos, muitas vezes, nos estranhamos-rsrs.


Bjokas.

O Árabe disse...

Belo poema, Shirley; e o final não poderia ser melhor! Quantas são as vezes em que aqueles que nos cercam nos olham e pensam que nos veem!... Bela postagem, boa semana.

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Con mucha fuerza irrumpen sus versos en esos sentimientos entre verdades y mentiras. Somos y estamos, pero quizás no nos sabemos amar como deberíamos.
Un gran abrazo mi querida Shirley.
Sor. Cecilia

heretico disse...

há sempre um jardim escondido à espera de ser habitado...

muito belo teu poema

beijo

Manuel disse...

Bonito...... Como siempre.
Un placer leerte.
Besos.

lua singular disse...

Boa noite princesa
Obrigada pelo carinho
Beijos
lua Singular

Pedro Luso disse...

Olá Shirley.
O seu poema retrata um pouco a vida, com as suas incertezas e os seus mistérios; vida que retém os amantes aprisionados, num só lado da ponte.
Abraços.

gota de vidro disse...


Os teus poemas são sempre muito intensos e profundos.

Gostei imenso pois há neste um toque de ambiguidade e de mistério

Bom resto de semana

Beijinho da gota

Tais Luso disse...

Shirley, todo o ser humano guarda dentro de si muitos mistérios, não por querer, mas porque ninguém se conhece por inteiro.
Grande beijo!

Fábio Murilo disse...

Complicado conviver. Encantadora magia se conhecer, penetrar no território do outro, se conhecer. Não há como faze-lo sem submeter, sem correr riscos. Todos nós temos nossos instantes de claridade e sombra. Quando deciframos o outro de vez, perde-se o encanto, o manto do mistério, da sedução, o outro e como um outro qualquer, a ilusão, o todo próprio verniz. Ótima produção, Shirley. Beijos!

Vieira Calado disse...

pelo que vejo, já anda na blogsfera á muitas luas!...
beijing«hos!

Graça Pires disse...

Os mistérios e as contradições do que somos, aqui neste poema bem presente...
Um beijo.

Jaime Portela disse...

Este poema é magistral.
Parabéns pela excelência das suas palavras.
Continuação de boa semana, querida amiga Shirley.
Um abraço.

Élys disse...

Linda poesia! Somos seres humanos e temos todos nós mistérios em nosso interior. Em muitas vidas vividas perdemos lutas, erramos e aqui estamos neste planeta continuando a nossa caminhada.
Beijos.
Élys.

Emília Pinto disse...

Vim agora do blog do nosso amigo Jaime e aqui está um outro belo poema mostrando que a mulher é uma guerreira, capaz de dizer que para a conhecer não basta olhar é preciso muito mais: como diz o povo é preciso " olhar com olhos de ver " Lindo amiga! beijinhos e até sempre
Emília

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Shirley,passando para lhe desejar um ótimo final de semana.
Bjs-Carmen Lúcia.