CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

3 de outubro de 2015

SE FOSSE VERDADE


Eu gostaria de ser um vagalume
para piscar estrelas na escuridão
ou uma pedra com cara de chuva
para ficar fincada no chão.
O que eu queria mesmo
era ser o vento que passa
não sei o que tem dentro
nele ninguém sobe
dele ninguém desce.
Um dia dei um tiro no vento
quando se engraçou com a minha saia
e desafiou os meus cabelos...
Ah! A noite passada
para não perder a hora
dormi
com a janela aberta de bumbum pra lua.
Eu não. A janela.
Quando chegou o alvorecer
a manhã vestida de seda
fez cócegas no meu nariz
com um fiozinho de sol.
Acordei devagar como uma nuvem
tudo parecia verdade...
Hoje quero estar
 predominantemente lúcida e solidária
para poder entender
o princípio de relatividade de Einstein
e todas as desventuras da humanidade...



Shirley Brunelli Crestana

42 COMENTE AQUI:

Arnaldo Leles disse...

Intimidade com os astros. Isto é bom!
Só tenha cuidado com o dragão de São Jorge.
Bj!

Cidália Ferreira disse...

Bom dia, Amiga

Parabéns pelo maravilhoso poema que nos dá a ler, hoje!

Bom sábado
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Brincar com vento, lua, estrelas, sol é mais fácil do que entender as desventuras da humanidade! Linda poesia! bjs, chica

Dorli Ramos disse...

Oi Shirley
Grande poetisa que sabe desafiar até o vento.
Dormir com a janela aberta, da outro entendimento.kkk
Enfim, uma poesia metafórica que me encantou.
Beijos no coração
minicontista

Cecilia disse...

Bom dia Shirley.
Belíssimo poema brincando com a natureza nos fazendo viajar na imaginação.
Ótimo final de semana querida.
Beijos

José Carlos Sant Anna disse...

E já piscas tão bem com as palavras iluminando os caminhos que se abrem à sua frente e os de "nosotros", o que já revela o grau de sua lucidez, Shirley. è sempre bom refletir sobre "as desventuras da humanidade". Sóbrio, o poema.
Beijo,

ReltiH disse...

TU POÉTICA, TU METÁFORAS SON HERMOSAS.
ABRAZOS

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi Shirley, que delícia de poesia!
Uma intimidade maravilhosa com tuas inspirações.
Amei amiga.
Beijão, e um lindo final de semana!
Mariangela

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poema em que você brinca com a lua,estrelas,vento e deseja entender sobre relatividade de Albert Einstein em que afirma tempo e espaço são relativos e estão profundamente entrelaçados.
Adorei Shirley.
Bjs e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia.

Maria Teresa Valente disse...

Que graça Shirley,
acredito que tudo podemos,
mas nosso grande desafio
é entender as desventuras
da humanidade.
Por mais lúcidos e solidários
que sejamos,
está além de nós,
esse entendimento!
Obrigada, abraços carinhosos
Maria Teresa

Pedro Luso disse...

Shirley, os vagalumes não serão as sombras das estrelas?
Bom final de semana.
Abraços.

Célia Rangel disse...

A espontaneidade e leveza desse seu poema entrelaçando vida física, com a natureza etérea é uma luz para mentes obscuras! Excelente!
Abraço.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Shirleylindamiga

Cada vez que aqui venho tens o condão de me enfeitiçar; são poemas sobre poemas, qual deles o melhor...

Se eu fora poeta (e infelizmente - ou felizmente... - não sou) respondia-te em versos. Mas, esse, só tu os sabes fazer. Obrigado

Qjs do Leãozão

Um pedido (não são €€€€€€€ que estão muito caros e raros...) Diz, sff, à tua gente que tenho muito prazer e honra quando me visitar e comentar. Obrigado

Ghost e Bindi disse...

Boa noite! Seu poema põe um sorriso em nosso rosto...e isso é muito bom, pois neste mundo agressivo restam poucos motivos para sorrir, talvez...Mas enquanto os poetas, as crianças, os animais e os loucos encarnarem neste mundo, talvez ele tenha salvação...! :)
Abraço,
Bíndi e GHost

Ane disse...

Eu também queria que fosse verdade...
Gostaria de ser várias coisas e ficar na relatividade.
Um abraço Shirley!

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, a realidade é um fato relativo pois somos parte do todo e sabemos que somos feitos dos mesmos ingredientes que compõe o universo.
em assim sendo somos flores, somo vento , somos água, somos gente, como em tudo, relativos na forma e unívocos na essência
Um abraço.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Magnifico e belo poema minha amiga.
Gostei.
Um bom Domingo.

Salete disse...

Tão bom acordar devagar...
Seu poema é uma graça.

Beijinho e grata pela visita.

Jaime Portela disse...

Tudo é relativo, mas a sua poesia é de outro planeta.
Excelente, minha amiga.
Shirley, tenha um bom resto de domingo e uma boa semana.
Abraço.

Toninho disse...

Bom dia Shirley, bom dia menina sapeca curiosa e que sabe belamente brincar com estas coisas da natureza, que tanta influencia tem sobre nós.
Muito lindo seu texto e construção inspirado nesta menina.
Lindo domingo para uma otima semana.
Abraços e beijo de paz.

lia disse...

Oi amiga que linda construção poética fizeste, gostei muito.
Apareça e comente minhas postagens , quando puderes, vou gostar muito.
Bom domingo e boa semana.
bjinhos

Elisabete disse...

Um lindo sonho! Também eu queria que fosse verdade...
Bjs

Tais Luso disse...

E eu queria que todos os meus sonhos fossem verdades! Mas o que vejo hoje de mais verdade são os nossos pesadelos!

"Quando chegou o alvorecer a manhã vestida de seda fez cócegas no meu nariz com um fiozinho de sol."

Essas metáforas que deixam nossas vidas felizes.
Beijos, Shirley!

Laura Santos disse...

Tantas vezes se sonha ser outra coisa, e tantas vezes saímos por aí a dar tiros no vento. Mas a janela continuará a dormir com o bumbum virado para a lua, completamente indiferente aos nossos sonhos.
Belíssimo poema, Shirley!
xx

O Árabe disse...

Diferente, talvez, do seu estilo normal; mas muito bom, sim. Eu gostei muito! Boa semana.

Élys disse...

Lindo poema, onde o mais importante é ser felicidade...
Tenha um lindo fim de semana.

Fábio Murilo disse...

As poetas tudo é possível. Beijos, Shirley.

Arione Torres disse...

Oi querida amiga Shirley, vim lhe desejar uma ótima semana, beijos e fique com Deus!!

Lúcia Soares disse...

Estar atento à natureza e seus mistérios dá uma linda poesia.
Gostei de conhecer seu cantinho, Shirley.
Um abraço.

ONG ALERTA disse...

Muito lindo bjbj Lisette.

Marina Fligueira disse...

¡Hola Shirley!

Como Einstein, eres una gran pensadora: con una imaginación sobria, humana, sensible con esa lucidez solidaria que sabe entender las desventuras.
Fantástico poema, amiga.
Te dejo mi felicitación mi enhorabuena y mi gratitud por tu buen hacer.

Un abrazo grande. Y feliz semana.

Teca M. Jorge disse...

Que bonito!!!

Beijo.

Zilani Célia disse...

OI SHIRLEY!
TUA INTIMIDADE COM OS ASTROS ENCANTA, COMO O TEXTO TÃO LINDAMENTE TECIDO COM A PARCERIA DELES.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

heretico disse...

encantador teu poema...

que inveja desse raiozinho de sol...

beijo

Graça Pires disse...

Para entender a Humanidade só mesmo com muita lucidez. O poema é lindo.
Um beijo.

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Mi querida amiga Shirley, me ha hecho muy feliz su visita y felicitarme por el sexto aniversario de mi blog. Mucho me cuesta mantenerlo activo por mi delicada salud, pero mientras pueda, aunque publique solo una vez al mes, lo mantendré.
Bello poema el que nos ofrece, sin duda quisiéramos tener luz para entender tanta deshumanización en nuestro mundo y las desgracias que acontecen. El problema es que el ser humano se ha vuelto egoísta sin dejar cabida al verdadero amor.
Gracias
Como siempre le dejo un beso de ternura
Sor. Cecilia

Magia da Inês disse...

❀ه° ·.
Despertar devagar, acordada por um raio de sol já é prenúncio de um dia inspirado!...

Bom fim de semana!
Beijinhos.
❀❀ه° ·.

Vera Lúcia disse...


Sensacional amiga.
Sua criatividade é impar.
"Pedra com cara de chuva" é demais.
Fantástico! Amei!

Obrigada por ter ido lá xeretar-rs
Estou em Porto Seguro. Quase emendei uma viagem à outra. Bom demais! Retorno para BH neste final de semana.

Ótimo finde!

Beijos.

Marina Fligueira disse...

¡Hola Shirley!!!

Una vez más paso a releer tu bellísimo poema, reflexivo y humano, letras tejidas con amor y maestría.

Y de paso, dejarte mi gratitud por tu cercanía y, mi admiración hacia tu alma de Poeta grande.
Un abrazo y feliz fin de semana.

Jorge Sader Filho disse...

Dormir de costas com o bumbum para a Lua traz sorte, Bela Shirley.
Beijo

fascinadapelomundo disse...

O que eu queria mesmo era ter uma vida feliz e repleta de saúde,por enquanto,isso acontece mas vamos imaginar que um dia deixa de acontecer,o que será da gente??!! Deixo esta pergunta no ar,beijinhos fofinhos!!

José Carlos Sant Anna disse...

É mais que um comentário. É um poema à moda de Manuel de Barros. Escrito para você.
Beijos,