CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

19 de setembro de 2015

SEM QUERER


 Corto com estilete
o mormaço sem graça
desse dia áspero
e seus pedaços
 rodopiam como ciscos
no insensível asfalto.
Inquieta estou
e para te esquecer
invento uma trincheira
no corpo breve da tarde
 mas tua lembrança
 me atira num futuro escuro
 de absurdos e de dúvidas...
  


Shirley Brunelli Crestana

41 COMENTE AQUI:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito bonito Shirley!
Um bom fim de semana!

✿ chica disse...

Lindo e as lembranças intensas! bjs, chica

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Shirley ,

Sempre poderosos e intensos estes seus Poemas, que retratam de forma excelente as suas emoções !

Um Abraço
Luis Sousa

Dorli Ramos disse...

Oi Shirley
Saudades desse blog que é só emoção.
Beijos no coração
minicontista

José Carlos Sant Anna disse...

Asfixiei o tempo e voltei nessa manhã de setembro, comentando porque nunca deixei as asas da tua volátil poesia.
Um abraço, Shirley!

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso poema, adorei :-)

Beijo e um sábado feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

APENAS PALAVRAS disse...

Que este fim de semana os teus olhos brilhem com o resplendor de quem viu o sonho mais difícil ser concretizado!
bj de carinho no coração....
Amei sua postagem, seguida de uma maravilhosa escritas..

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi Shirley, querida amiga.
As lembranças teimam em ultrapassar as barreiras com força brutal...
Mesmo que indesejáveis!
Linda inspiração!
Beijos, um ótimo final de semana!
Mariangela

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, você tem a imagem precisa, a palavra exata e o sentimento se revela e se desnuda sem subterfúgios. Amo sua poesia!
Um abraço

Jossara Bes disse...

Oi, Shirley!
Intensamente belo!
Beijo carinhoso!

Ane disse...

Lembranças que aparecem sem a gente querer geralmente são muito importantes...Gostei demais Shirley!

Célia Rangel disse...

Um poema que rasga as nervuras de um grande amor!
Um acontecimento emocional que invade nossa intimidade! Belo!
Abraço.

Cecilia disse...

Boa noite Shirley.
Realmente seu poema é de profundo pesar, e sentimento intenso, de promessas não cumpridas e desilusões. Adorei! Sentimento muito bem expressado!
Beijos e ótimo final de semana.

Maria Teresa Valente disse...

Boa noite Shirley,
seus poemas são intensos,
marcados por dúvidas de
relacionamento mal resolvido.
Você tem uma habilidade,
de colocar as palavras,
de forma bem sentida.
Gosto muito como expressa
a dor do amor, obrigada,
abraços carinhosos
Maria Teresa


JOTA ENE ✔ disse...

Muito bonito ,,,
Vim desejar um bom fim de semana ,,,

Beijos desde Lisboa !!!!

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Shirley.
Queria fazer tal qual diz o seu poema, mas não dá, não consigo e talvez, lá no fundo, não queira.
Amei!
Tenha uma linda semana de paz.
Beijos na alma.

Elisabete disse...

Fico sempre maravilhada com os seus versos!
Bom domingo

Jorge Sader Filho disse...

São instantes amaldiçoados, Bela Shirley!
Beijos

Zilani Célia disse...

OI SHIRLEY!
QUANDO A DÚVIDA ASSALTA O CORAÇÃO, O MELHOR É CORTAR LAÇOS.
LINDO AMIGA
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

O Profeta disse...

Oiçam este poeta de tostão
Que já prometeu e pediu uma mão
Oiçam a palavra salgada de saliva
Não tenho muito lugar, em ti, paixão


Passei para te desejar uma radiosa semana

Doce beijo

Laura Santos disse...

Quando a lembrança se faz tão presente, não existe forma de iludi-la. Pior mesmo é essa sensação de absurdo e de dúvida.
Excelente, Shirley!
xx

ReltiH disse...

usted escribe maravilloso
abrazos

Marina Fligueira disse...

¡Hola Shirley!!!

Nos dejas un bello e interesante poema con ese pizco de melancolía.
Demostrando decisión y alerta a mismo tiempo.
Me ha gustado mucho leerte y ha sido un inmenso placer.
Te dejo mi gratitud y felicitación por tu buen hacer.
Un abrazo y feliz día.

O Árabe disse...

Que bom seria, Shirley, se a gente pudesse cortar com estilete o mormaço de todos os dias ásperos! A imagem é linda... e o poema também! Boa semana.

Maré Viva disse...

Qualquer processo é válido para cortar em pedaços as lembranças que nos ferem como ciscos ponteagudos.
Gostei muito do poema!
Bjs.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Um grande amor,
assim exposto,em linda poesia,
nos acalenta e torna a vida plena!
Beijo!

Toninho disse...

Para viver um grande amor é mesmo uma arte, redesenhada em cada dia, em cada descida da senoide. Perfeita decisão quando nada mais inspira, mas dificil decisão este entrincheirar.
Um belo trabalho amiga.
Que a semana seja bela e leve e que o amor esteja sempre a pulsar e sangre apenas em nossas inspirações.
Meu carinho no abraço.
Beijo de paz e luz.

Delfim Peixoto disse...

Excelente! Abraço.

Marina Fligueira disse...

Gracias, ten un excelente día. Un abrazo desde este otro lado del mundo
Besiños.

São disse...

Essa situações nunca são agradáveis, mas o poema é bonito.


Tudo de bom

Manuel disse...

Precioso poema. Me ha encantado.
Un abrazo.

P.D. Estimada amiga, te voy a preguntar una curiosidad que tengo: ¿la cara de la reina Nefertiti que tienes como cabecera de tu blog, es la tuya? Es que siempre le he visto mucho parecido contigo. Te lo pregunto con todos mis respetos, porque además tu ya sabes que la traducción del egipcio de Nefertiti significa "Bondad de Atón, la bella ha llegado".
Gracias.

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Sem querer aprendemos a caminhar nesse asfalto...

Beijinho doce

heretico disse...

algumas memórias são assim- a gente expulsa-as pela porta e elas acabam por entrar pela janela... rs

beijo

Vera Lúcia disse...


Olá amiga,

Você sabe que eu adoro 'curtir' as suas belas e criativas figuras poéticas e este poema arrasou nelas.
Triste quando as lembranças remetem a um futuro de dúvidas, mas futuro é futuro e não se pode sofrer por ele, pois nem sempre as coisas acontecem conforme tememos.

Beijosssssss.

Teca M. Jorge disse...

Nostálgicas lembranças...

Beijo.

Fábio Murilo disse...

Espetáculo de metáforas e imagens, tua escrita sempre elegante e bem feita, um diamante lapidado com capricho. Beijos!

Amo em Silêncio disse...

Lindíssimo poema!
Adorei conhecer seu espaço.
Beijos.

Graça Pires disse...

Não há trincheiras que impeçam as lembranças de nos inundar o coração...
Gostei do poema.
Um beijo.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Muitas vezes desejamos retirar esses dias ásperos que nos impedem de viver um grande amor.
Muito lindo Shirley.
Bjs e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Olá
O movimento da vida,faz-se em cada dia,em cada acender das estrelas ou mesmo no silêncio do luar.

Lourdinha Vilela disse...

Dúvidas são sempre piores que uma verdade que machuca. Grande poema. Um grande abraço.