CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

22 de agosto de 2015

RODEIO


Na fronteira da vida
um portal sinistro se abre
e o nosso irmão menor
indefeso e inocente
depara-se com a imensidão
da crueldade humana.
À sua frente está o homem
exibindo pseudo coragem
e evidente ignorância
sem saber que semeia e aduba
sua futura colheita.
É incompreensível
que por ganância
criaturas se vendam e soneguem
a própria consciência.
Rodeio
tourada
vaquejada
são palavras
carregadas de terror.
Diante de tanta covardia
de tanto primitivismo
meu coração angustiado emerge
de singular perplexidade.
Nessas horas abissais
eu daria minha vida
para acabar com essa maldade
e salvar os animais.


Shirley Brunelli Crestana

37 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Bela poesia e também não suporto ver nada disso.Coitados dos animais não merecem!! bjs, linfo fds! chica

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Um tema para uma boa reflexão!
Excelente palavras!

Cidália Ferreira disse...

Fabuloso, como sempre.

Beijo
Bom sábado.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Célia Rangel disse...

Faço coro de vozes que se rebelam contra essa "animalidade" dos humanos, que são tidos os racionais!
Abraço.

Maria Teresa Valente disse...

Perfeito Shirley,
seu poema nos toca e
nos impele a nos unir a ti,
pedindo pela vida desses animais.
Abraços carinhosos
Maria Teresa

Arnaldo Leles disse...

Eu moro não muito longe da fronteira entre Mato Grosso e Goiás, ou seja, eu vivo no meio disso aí.
Por sorte o movimento dos MOTOQUEIROS HIPPIES tem crescido a toque de caixa,
e eu continuou torcendo para que os cowboys de Goiás,troquem suas esporas demoníacas por uma moto Harley-Davidson.

Que benção seria, não acha Shirley? Bj

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Jamais gostei de rodeios e touradas. Bárbarie humana. Parabéns. Beijos.

Mariangela do Lago Vieira disse...

Que bela reflexão shirley.
Realmente é muito triste ver este cenário.
Parabéns pela inspiração!
Beijos amiga, uma ótima tarde de sábado!
Mariangela

Jorge Sader Filho disse...

Uma atitude altruísta, Shirley! Seria bom que muitos pensassem assim!
Beijo

Tais Luso disse...

Assino mil vezes seu poema, Shirley!
Rinhas, Farra do boi e tantas outras coisas que colocam os animais para sofrerem, lutarem e morrerem para deleite de alguns sem consciência.
Beijo!

Dênis Girotto de Brito disse...

Compartilho dessa mesma aflição, Shirley.
São esportes que já deviam ter sido proibidos. De uma crueldade enorme com os animais. Muito bonito como você expressou tão bem em poesia essa agonia de quem não se conforma com o que presencia.
Parabéns!

O Poeta e a Madrugada (Prosa e Poesia)
Dark Dreams Project (Contos de suspense e terror)

BETONICOU disse...

Oi Shirley ! Com a alma humana tem a facilidade de degradar-se ... O ser humano sempre se deleitou em torturar essas lindas e inocentes criaturas de Deus .Infelizmente , e' essa a realidade tosca ... Beijos e ótima semana ! Texto novo em Curvas, retas e esquinas ! s

Fábio Murilo disse...

É mesmo, Shirley. Moro na "terra da Vaquejada" sinto dizer. A propósito ainda existe a Farra do Boi, o ápice da maldade. Oportuno seu poema denúncia. Beijos.

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley...custa ao homem refletir e entender que ele faz parte do todo e sem noção dos compromissos cármicos desprezam e depreciam os demais seres da natureza...com isto constroem a sua própria ruína.
um abraço

Dorli Ramos disse...

Oi Shirley
Morro de pena dos animais.
Rodeio deveria ser proibido no mundo. É assassinato puro.Por que não fazem uma lei para isso?
Beijos
Dorli
Espero você amanhã-surpresa

ludu disse...

muchas gracias ,por tu amabilidad

Anderson Lopes disse...

"Palavras carregadas de terror"
Concordo plenamente. Um poema dolorido e necessário!
Abraço!!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Shirley.
Concordo plenamente com você.
Uma maldade absurda com os animais.
Não vejo graça alguma nisso,mas, o homem vê porque é lucrativo e sempre será se pessoas tiverem esse pensamento tacanho e propiciarem um evento cruel desse tipo.
Tenha uma semana de paz.
Beijos na alma

ReltiH disse...

TAMPOCO COMPARTO LA REALIZACIÓN DE ESTOS ESPECTÁCULOS QUE NO GENERAN NADA CONSTRUCTIVO.
ABRAZOS

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Shirley seu relato vem de cordo com minha opinião,eu também faria tudo para acabar com essa crueldade aos animais.
Por uma competição,demonstrações ou até par ganhos financeiros existem essas festas de rodeios.

Bjs amiga,obrigada pela visita e comentário.
Um ótimo inicio de semana.
Carmen Lúcia.

Daniel Costa disse...

Shirley, rodeio - Estados Unidos, vaquejada - nordeste brasileiro, tourada - Portugal e Espanha. Nestes últimos países, era divertimento muito a jeito de reis e fidalgos. Daqui da Península Ibérica, sob outras formas, a tourada foi exportada para o hemisfério sul. Curiosamente as touradas de Portugal são diferentes das de Espanha. Mais bárbaras neste último pais. Tendo tido várias vezes bilhetes grátis, nunca tive desejo de assistir e nunca me desloquei à Praça Campo Pequeno, considerada a Catedral do toureio em Portugal - Lisboa.
Mais, porque os toureiros, se arriscam muito e não raro morreram de colhidas de toiros, em plena lide.
Em suma, não gosto de toiradas, seja de que forma for.
Beijos

Cilegal disse...

Excelentes palavras para refletirmos querida Shirley.
Passando para agradecer o carinho e compreensão por mim e meu cantinho.
Beijos no seu coração da sempre amiga.

Lourdinha Vilela disse...

Excelente. Um belo poema de grande reflexão. Me junto a você porque também me dói só em pensar na agonia desses animais.
Um abraço.

tesco disse...

Pretexto de diversão,
Com alma que enegrece,
A humanidade tece
Tortura de nosso irmão

Bem na fronteira da vida
Ele sofre desamor
Carregado de terror
Procura e não vê saída

Daquele portal sinistro
Daquele triste portão
Não entendendo a razão
De semelhante registro

Fugir de leão - quem dera -
Correndo pela savana
A ignorância humana
É pior do que a fera

Taxar de primitivismo
É pouco pr'essa maldade
Dosagem de crueldade
Em meio a muito sadismo

Por certo erraram seu nome
Puseram em um chacal
Grande recheio fecal
E o chamaram de "ôme"!

Kisojn.

O Árabe disse...

Também não gosto, Shirley. Mas gostei muito do poema! Boa semana, amiga.

ludu disse...

un encanto,gracias por compartir

Pedro Luso disse...

Olá, Shirley.
Muito bom o tema de seu poema, que é um grito contra a maldade que nós, humanos, praticamos contra os animais. E são tantas as maldades, muitas delas aceitas e aplaudidas por muitos, como é o caso das touradas, na Espanha e em países da América do sul e do Norte (México). Parabéns.
Abraços.

Graça Pires disse...

Um poema que nos obriga a pensar...
Um beijo.

Smareis disse...

Acho que ninguém gosta dessas maldades que fazem com animais em rodeios, mais é uma realidade difícil de ser controlada. O homem é mais bicho que qualquer animal.
Adorei o poema.
Bjs!

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Shirley ,

Estou totalmente de acordo com as suas preciosas Palavras, a ignorância e a crueldade sobre os animais ainda imperam por aí ...

Um Abraço
Luis Sousa

Lourdinha Vilela disse...

Há lágrimas no começo e no fim! Um poema profundo me fez refletir. Lugares assim marcam a memória. bjs. Parabéns.

PINTA ROXA disse...

Por aqui é frequente haver touradas.
Não gosto, nunca fui ver nenhuma.
Os homens se acham muito fortes diate de um touro, enquanto lhe espetas ferros no dorso, não gosto...
Bom final de semana
Pinta

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Shirley,passando para lhe desejar um ótimo final de semana.
Bjs-Carmen Lúcia.

BETONICOU disse...

Oi Shirley ! Passando para desejar uma ótima semana ! Texto novo em curvas, retas e esquinas ok beijosssssss

manuela barroso disse...

Somos todos criaturas deste Universo que nos idealizou mas aproveitam cobardemente a indefesa, para mostrarem superioridade. Onde?
Uma paragem obrigatória.Aqui. obrigada Shirley
Beijinhos

Toninho disse...

A poesia a serviço da natureza em defesa do direito e respeito à todas as criaturas do universo.Meus aplausos amiga.
Sonho com o dia que o boi saiba de sua força e comece a reverter esta onda de violencia.
Que brincadeiras mais sem graça.
Uma semana linda para voce Shirley.
Com carinho meu abraço.
Beijo de paz.

Odete Ferreira disse...

Identifico-me...
Vivemos mesmo tempos primários, em todos os sentidos!
Bjo, amiga