CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

6 de junho de 2015

POEMINHA


Tu és o prolongamento
dos meus limites
sinto-me infinita
quando estás comigo.
Desde que te vi
 adquiri
esse descontrole de asas
essa fúria de vento
essa coragem de fera...


Shirley Brunelli Crestana

37 COMENTE AQUI:

Cidália Ferreira disse...

Belo testo em poema! Adorei

Beijos, bom sábado.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Mariangela do Lago Vieira disse...

O que o amor faz heim amiga?
Ele nos enche mesmo de coragens!
Um ótimo dia!
Beijos
Mariangela

Mariangela do Lago Vieira disse...

O que o amor faz heim amiga?
Ele nos enche mesmo de coragens!
Um ótimo dia!
Beijos
Mariangela

✿ chica disse...

Poeminha no tamanho e grande na intensidade!Lindo! bjs, chica

Elisabete disse...

O que o amor faz!!!!!!...
Um "poeminho" bem fofinho.
Bjs

Dilmar Gomes disse...

Muito bom, amiga Shirley. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

Ana Freire disse...

Um poeminha... de uma sabedoria infinita... quando o associamos a temas tão imensos, como o amor, ou a esperança!
Adorei!!! Pequeno... e contudo, imenso, e intenso...
Adorei seu blog, Shirley!
Muito em breve estará na nossa lista de favoritos!!!
Grata pela visita, e simpatia, lá no meu cantinho...
Beijos! Um bom final de semana!
Ana

tesco disse...

Todo dragão é assim
Não é sentimento à toa
O que sente quando voa
É algo que não tem fim
Destempera-se a mente
Os planos vão avançando
A vertigem vem rolando
E toma conta da gente
A gana de dominar
Vem imperiosamete
Raio corre devagar
A lava não é tão quente
O abismo interno soa
Clamando impaciente
O alarme sempre ecoa
Mas ligeiro sai da frente
Desejo de mais espaço
Vontade de ir mais longe
Tudo se torna bagaço
Feito luxúria de monge
Não atribuas a mim
Esse teu desvairamento
Nós todos somos assim
Embalados pelo vento.

Kisojn.

Emília Pinto disse...

O amor é assim...dá-nos a força de uma fera a coragem sem limites. Não sei se é o caso, mas se for o amor de uma mãe para com um filho, então não há medos, não há insegurança, não há dúvidas; o vento por mais forte que seja não impedirá os nossos passos; as suas rajadas serão sopros comparados com a nossa obstinação em defender a nossa cria
Simples, mas profundo, amiga!
Beijinhos e um bom fim de semana
Emília

LAO Paunero disse...

UN DULCE POEMA SHIRLEY.... SALUDOS AFECTUOSOS

Fábio Murilo disse...

Lindo, selvagem, intenso, imenso, sem limites, teu poema, Shirley.

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, bem sentido e melhor escrito...acerte o vôo e rumem a amplidão...
um abraço

lua singular disse...

Oi Shirley
Que poeminha lindo!
Mas oculto nele tem uma grande emoção
Beijos

ReltiH disse...

LINDO, MUY LINDO.
ABRAZOS

Só pra você disse...

Oi Shirley, que saudade de vc minha cara, seu poeminha é muito singelo e gostoso. Por onde vc anda? Volte a me ver tem muitos poemas lindos lhe esperando.

Abraços.

Graça Pires disse...

Sentir-se infinita quando o amor acontece, é muito belo...
Beijo.

SOL da Esteva disse...

Quando o Amor se reflecte, não existe (mais) o plural. Voar dentro dele é o exercício da comunhão.
Lindo



Beijos



SOL

BETONICOU disse...

E o amor da asas e uma tremenda força para viver ...Lindo ! Deixo aqui mil beijos e desejo uma ótima semana poetisa

Jorge Sader Filho disse...

Mulheres apaixonadas agem e pensam assim. Quem fala é o amor!
Beijos, Bela Shirley.

Cecilia disse...

Poeminha de tamanha intensidade!
Amor profundo amor.
Ótima semana Shirley.
Beijos

O Árabe disse...

Poeminha... de amor infinito. Belo Shirley! Boa semana.

Carla Ceres disse...

Tenho paixonite por poemas curtos, Shirley, porque são difíceis de fazer. Esse é dos ótimos. Parabéns!

heretico disse...

"descontrole de asas..." - muito bonito

amei ler o poema.

beijo

Cecilia disse...

Obrigada pelo comentário em meu cantinho Shirley.
Suas palavras como sempre dizem tudo.
Beijos.

Cecilia

Pedro Luso disse...

Boa noite, Sherley.
Certos sentimentos podem ter essa força, capaz expandir divisas e fronteiras.
Uma boa semana.
Abraços.

Tais Luso disse...

Nossa... O que faz o amor!!
Beijos, amiga! Linda semana cheia de amor.

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Hola amiga Shirley, hasta el amor vuela sin alas, es impetuoso.
Un agrazo
Sor. Cecilia

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belos e expressivos versos o seu poema. Parabéns

Manuel disse...

Estimada Shirley, paso de vez en cuando a leer tus bonitos poemas, pero muchas veces tengo que interpretarlos a mi manera, ya que lamentablemente la traducción que hace Google es pésima.
Es un placer siempre leerte.
Un abrazo.

Lourdinha Vilela disse...

Lindo!!!A força que o amor pode exercer é infinitamente verdadeira. Excelente.
bjs.

Raphael Mourão disse...

O amor com a sua intensidade, sem limites para ser e fazer feliz
Esse é o amor total, da integra no amar

Beijos
Rafael

Raphael Mourão disse...

Ops... entrega

Maria Rodrigues disse...

O amor dá uma força imensurável.
Lindo poema.
Beijinhos
Maria

lua singular disse...

Oi Shirley,
Passando para agradecer seu comentário, eu postei sem corrigir, depois retirei do ar e rapidinho arrumei os pronomes.kkk
Durma bem
Beijos

lua singular disse...

Oi Shirley,
Hoje fiz outra caca por conta dos antibióticos, fiz uma postagem, fui corrigir um erro e nem sei como, excluí sem querer.
Um bom domingo
Beijos

EU disse...

Li algures o seguinte "Saber que se é amado, dá-nos força; amar, dá-nos coragem" - Daí a sensação de infinito...
Bjo, Shirley :)

Vera Lúcia disse...


Um grande 'poeminha', querida.
Linda essa força e magnitude que o amor nos trás.

Beijão.