CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

16 de maio de 2015

TELEPATIA


Acordo
vou lá fora cuidar do meu velho cão...
No céu da madrugada fria nublada
meu olhar converge para um ponto de luz
incerto amarelado
a denunciar a presença apagada da lua.
Meu ser
transborda sonhos lembranças
quando amasso uma página do passado
no atual experimento da vida.
Uma vez mais
os meus olhos brilham
nas profundezas da noite.
Quero concentrar-me
cerro as pálpebras
o cachorro reclama minha atenção
e antes que eu esqueça
sem pressa procuro uma rima rica
para lhe enviar esta última mensagem:
Nosso amor acabou
mas você não me sai da cabeça...



Shirley Brunelli Crestana 

37 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Telepatia que realmente existe entre os que se amam! Linda poesia! bjs, tudo de bom,chica

Elisabete disse...

Nós adivinhamos sempre o que pensa o nosso amado. Pena é que se tenham separado. Pode ser que essa declaração chegue.
Muito bonito.
Bjs

Lourdinha Vilela disse...

Essa conexão via saudade para atenuar distancias físicas, quando o coração ainda está colado ao outro. Lindo poema, Um grande abraço.

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz sábado!
Diria que suas palavras parecem uma continuação de um diário; e isso é lindo, porque quando nos expressamos o que sentimos, é sinal que o privilégio de amar pode renascer todos os dias; a saudade nada mais é que um momento de aprendemos a resguardar o que de melhor temos, o Amor verdadeiro.
Lindo, lindo...
Beijinho.
Nicinha

José Carlos Sant Anna disse...

Saudades são as lembranças guardadas. Se as reavivamos, mantemos o fogo aceso e cultuamos a memória do que ainda está vívido...
Abraços, Shirley!

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde
Um poema lindo de mais. Adorei.

Beijo, bom sábado

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

ReltiH disse...

GUAU!!!!! MUY LINDO POEMA!!!
ABRAZOS

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi Shirley!
Esquecer para quem ama é muito difícil... Pois vem as lembranças para reavivar aquilo que gostaríamos muito que estivesse presente bem pertinho de nós.
Uma linda tarde, beijos!
Mariangela

Miguel disse...

Nem sempre o amor acaba quando uma relação chega ao fim...
Não deixe o Amor fugir. Vá passear o cão (que deve estar aflito) e volte. Então, com toda a calma, encontrará a rima necessária, e o poema ficará completo. E o amado vai adorar...

Um excelente fim de semana desejo.
Um beijo
MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

CÉU disse...

Olá, querida menina Shirley!

É boa/excelente essa sua telepatia, pke como o próprio nome indica, ela se transmite ao outro, sem k percebamos como e porquê, ficando ambos pensando na mesma coisa e ao mesmo tempo.
Gosto mto da forma sucinta, mas mto real e bela como escreve, aliás, você já sabe disso.
Qto ao cachorro, lhe faça uma festa, k ele esquece, de vez, aquele seu pequeno "abandono".

BFDS.

Beijos.

Fábio Murilo disse...

Eita que estou em estado de graça hoje. Vim agora do blog da Tais Luso e li um crônica comovente e agora passo por aqui e sou blindado com essa Pérola, essa coisa lindaaaa!!! Inspiradora. Que belo poema, poetisa!! Beijos!

Laura Santos disse...

Há sempre um alguém que decide, mesmo depois do assunto encerrado, ficar nas nossas lembranças, ocupando o nosso pensamento.E a última mensagem que enviamos, acaba por ser nunca a última.
Belo poema, Shirley.
xx

Amélia disse...

Agradeço a sua visita.
Tive o cuidado de ler os seus maravilhosos poemas, gostei muito. parabéns.
Desejo-lhe um feliz fim de semana.
Beijos.

Amélia disse...

Agradeço a sua visita.
Tive o cuidado de ler os seus maravilhosos poemas, gostei muito. parabéns.
Desejo-lhe um feliz fim de semana.
Beijos.

Rita Sperchi disse...

E como fica na cabeça, mesmo acabando ....tem casos que demora, mas em poema ficou lindo como sempre

Bom domingo e um começo de
semana cheio de muita Paz

└──●► *Rita!!

Guaraciaba Perides disse...

A lua entre nuvens quase esmaecida...a lua é sempre linda e sempre suscita lembranças...o amor não acaba e apenas se transforma para mais permanecer...há que se acostumar a deixá-lo quieto, partindo para outras verdades menos ocultas.
Um abraço

Magia da Inês disse...

♬♪ه° ·.
Lindo.

Boa semana!
Beijinhos.

╰╮✿
✿✿ه° ·.

Reflexos e Sinais da Alma disse...

A Vida tem destas "coisas" .
Cumprimentos

GarçaReal disse...


A mensagem que paira na alma e faz o sentir vir ao de cima...

Belo como sempre

Boa semana

Bjgrande do Lago

Graça Pires disse...

Em questões de amor a memória está sempre presente. Gostei do poema.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

é a vida e a saudade que fica....
boa semana.
beijo
:)

Sinval Santos da Silveira disse...

Oi, amiga Schirley !
Não acabou, mesmo.
Está mais forte do que nunca !
Bela " declaração poética de
amor."
Parabéns, com um carinhoso abraço.
Sinval.

tesco disse...


Sabia que era feliz
Mas me ausentei mesmo assim
A loucura estava em mim
Tinha desejos febris

Só procurava venturas
Mas nenhuma encontrei
Todo caminho que andei
Me produziu desventura

Naufragando em alto mar
De súbito me vem o siso
Muito mais que navegar
Retornar é que é preciso

Dor de amor eu não conheço
O amor nunca me doi
O que sinto - e estremeço -
É uma imensa saudade
Esta é que na verdade
A minha alma corrói

A loucura já findou
Agonizo em desespero
Preciso do teu tempero
Nosso amor não acabou

Nunca, jamais me esqueças!
A luz da lua me grita
Mais nada ao redor me excita
E nem me sai da cabeça

Não vou ao desconhecido
Apenas uma intenção:
Alcançar teu coração
É o que me faz atrevido

Kisojn.

Carla Ceres disse...

Ex-amores que atrasam a nutrição dos cães são menos ex do que parecem, Shirley. :) Beijos!

O Sibarita disse...

Em sendo assim dona moça, pelas parabólicas lhe mando notícias! kkkkk

É isso, a telepatia do amor, repare... kkk

O Sibarita

O Sibarita disse...

Em sendo assim dona moça, pelas parabólicas lhe mando notícias! kkkkk

É isso, a telepatia do amor, repare... kkk

O Sibarita

Vera Lúcia disse...


Olá Shirley querida,

Triste quando sonhos e lembranças se resumem a uma página amassada do passado. Mas se ainda há espaço para uma mensagem, com direito a uma rica rima, é porque este amor ainda não acabou.
Adorei, amiga, como sempre.

Beijo.

Toninho disse...

Um grande amor, que invade todo nosso ser, esquecer como?
Quem saberá a formula?
Um belo canto do amor que reside nas ruas do nosso coração.
Carinhoso abraço Shirley.
Bju de paz amiga.

Élys disse...

O amor certamente não acabou, pois ainda existe espaço para uma bela rima.
Um abraço,
Élys.

BETONICOU disse...

Oi Shirley ! Esse seu texto pegou-me de jeito viu ! Ja passei por tudo isso, e agora vejo a situação tão bem escrita e poetizada ...Estamos de volta depois de um tempinho fora. Beijosssss

Anderson Lopes disse...

Ah, esses amores que insistem em anuviar os nossos dias! Você sempre muito sensível, Shirley!!
Abraço!

SOL da Esteva disse...

O passado é parte das recordações presentes; ele sempre se impõe.
Lindo Poema.


Beijos



SOL

heretico disse...

o amor entra pela pele e fixa-se na cabeça...

belo poema!

beijo

Emília Pinto disse...

Diz-se que o passado morreu, o que importa é o presente, mas...não é assim; ele faz parte do que somos hoje e constantemente momentos dele vêm à nossa mente; páginas e páginas foram escritas, umas vezes com um simples lápis, outras com esferográfica e algumas com caneta de tinta permanente; emoções, tristezas alegrias e muitas dores nelas ficaram registadas, mas agora no presente a cada dia nos vemos obrigados a " amassar " um ou outro desses escritos e com raiva os jogamos ao lixo, muitas vezes com lágrimas escorrendo olhos abaixo; muitas vezes amiga, no dia seguinte nos vemos a mexer no lixo para ver se ainda recuperamos a tal página para nela escrevermos uma última mensagem, seja ela de esperança, seja ela um simples desabafo de um coração que naquele momento sofre. Muito bonito, Shirley esta sua " telepatia " Adorei! Beijinhos e até sempre.
Aos poucos estou colocando as minhas visitas em dia, pois, como penso que sabe, estive dois meses no Brasil a visitar os meus pais.
Fique bem!
Emília

Lilá(s) disse...

Lindo poema, Shirley!
Um grande amor nunca se esquece...
Bjs

SÓLO EL AMOR ES REAL disse...

A veces dejamos de amar a alguien, pero su recuerdo, como una oquedad queda perenne en nuestro corazón...
Paz y Amor
Isaac

EU disse...

Não há nada que apague um grande amor. Só o tempo o vai enfraquecendo...
Bjo, Shirley :)