CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

7 de fevereiro de 2015

OLHAR PREGUIÇOSO


Sei de árvores que insistem
em vestir babados verdes
apesar do inclemente verão... 
Da janela semiaberta
olhos escorregam telhado
a bisbilhotar tarde vagarosa...
Pendurados no varal
contornos de fantasmas
saçaricam cores ao vento...
Sol quase se pondo longe
lembro Sassá Mutema
conversando flores no jardim...


Shirley Brunelli Crestana

35 COMENTE AQUI:

Cidália Ferreira disse...

Também me lembro de Sassa Mutema conversando com as flores.. foi lindo
Este poema está maravilhoso.

Beijo...Bom sábado!

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Lindo poema e como é bom esse olhar preguiçoso que tudo vê com calma e aproveitando bem o momento! bjs, lindo dia! chica

Dilmar Gomes disse...

Grande Sassá Mutema, amiga Shirley. Deixei de acompanhar novelas há bastante tempo, mas lembro de alguns belos personagens do passado, de um tempo de autores excelentes, como Dias Gomes, o maior deles, por exemplo. Naquela época, os bons atores eram melhor trabalhados, ou seja, era-lhes dados papeis em que eles rendiam o máximo. Hoje, tudo está nivelado por baixo. Enfim, mesmice, chatice, mediocridade...
Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

José Carlos Sant Anna disse...

A beleza da poesia está na simplicidade, do modo como se diz, envolvendo o Outro, o interlocutor silencioso, como você faz neste poema.
E este olhar atento do eu lírico é muito pertinente: "Pendurados no varal/ contornos de fantasmas saçaricam cores ao vento..."
Beijos, Shirley

Santa Cruz disse...

Shirley; Belo amei ler bom fim de semana.
Beijos
Santa Cruz

EU disse...

A Natureza é sempre teimosa e segue os seus ciclos. Um exemplo para o Homem!
Lindo este(e) olhar(es)!
Bjo, Shirley

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Acariciar una hoja, hablar a una flor con ternura, es poner la poesía en colores intensos.
Un gran abrazo amiga Shirley.
Sor. Cecilia

Laura Santos disse...

Um olhar que desvendou versos lindos, com imagens muito eloquentes acerca dessa preguiça.
Será esse o Sassá Mutema de Lima Duarte?!...:-)
Excelente poema!
xx

Jossara Bes disse...

Linda e delicada!
Poesia presente no olhar atencioso! Contemplativo!
Felicidades para você!

Ane disse...

Uma tarde quente e preguiçosa pra contemplar a paisagem...Gostei demais Shirley! Um abraço!

Ivone disse...

Que lindo, amei ler amiga Shirley!
Lembrar de Sassá Mutema, parece que ouço a voz do ator que deu vida a personagem com maestria, "Mutema=muita teima", pois é, aquela simplicidade e vida repleta de sabedoria, conversar com flores, lindo demais!
Sua linda inspiração me comoveu linda!
Abraços bem apertados!

Elisabete disse...

A simplicidade da natureza.
Sassá Mutema é de uma novela bem antiga, mas não me recodo qual.
Bom domingo

Denise disse...

A natureza que nos encanta e que nos ensina. Sua facilidade com as palavras me encanta. Muita paz!

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley, ver o cotidiano com olhos de poesia e ver a beleza que perpassa em tudo, no sol ,no vento que brinca pelo quintal, nas folhas e nas flores, generosa nas lembranças...assim se faz uma bela poesia! Parabéns!
Um abraço e muita luz em seu caminho.

Vera Lúcia disse...


Olá querida amiga,


Estou de volta, após um recesso prolongado, mas necessário. Saudades de você e de suas belas criações.

Lindo esse olhar preguiçoso, que coloca poesia em tudo que observa. E Sassá Mutema, hein? Personagem inesquecível.

Tenha um domingo aconchegante. Por aqui, deliciosa chuvinha.

Beijão.

Graça Pires disse...

Olhar assim a Natureza e falar com as flores (também lembro a personagem Sassá Mutema) é poesia pura...
Um beijo.

Nyce Pinto. disse...

Olá Shirley, que lindo! Esse personagem é inesquecível! Sassá Mutema, um exemplo de coisas simples e belas! Hoje não vejo mais novela, nada me atrai nestas "estórias" da atualidade... Lindo poema, pura inspiração! Feliz domingo, muita lua, flores e perfumes. Abraços...

Nyce Pinto. disse...

Quis dizer: "Muita luz, flores e perfumes...

Teca M. Jorge disse...

Conversas de pé de árvore que sempre nos alimentam a alma... beijo.

Teca M. Jorge disse...

Conversas de pé de árvore que sempre nos alimentam a alma... beijo.

heretico disse...

há flores assim, teimosas! que nada as tolhe no prazer de serem...

belo teu poema.

beijo

Daniel Costa disse...

Falar do verde e do perfume das flores, e enfim do personagem de Sassá Mutema, já e pensar poesia!
Abraços

Daniel Costa disse...

Falar do verde e do perfume das flores, e enfim do personagem de Sassá Mutema, já e pensar poesia!
Abraços

As Mulheres 4estacoes disse...

Olá,
As vezes é bom ter um olhar preguiçoso sobre as coisas, sem a pressa costumeira, gostei de passar por aqui.
Sônia

Fábio Murilo disse...

Poema originalíssimo, com um toque surreal. Escreves muito bem, Shirley.

Lilá(s) disse...

Gosto desse olhar sereno que vê tudo com calma como quem aproveita o momento!
Bjs

Toninho disse...

Maravilhoso poema cheio de emoções.
Inspiração e saudades criam um espetáculo que a poesia define bem.

Uma linda semana amiga.
Abraços
Bju

© Piedade Araújo Sol disse...

uma maneira (outra) de olhar as flores.

poema que brilha pela sua originalidade.

beijo

:)

Carla Ceres disse...

Oi, Shirley! Esse poema tem um quê de Irineu Volpato. Gostei. Beijos!

Solange Duarte disse...

este poema me faz lembrar um tempo em que não havia tristeza em meu olhar...

bjs.Sol

Dorli disse...

Oi amiga,
Logo ficarei melhor e estarei mais presente para ler as maravilhas que escreve
Beijos
Lua Singular

SOL da Esteva disse...

Falar com as Flores...
Dizem ser o melhor fertilizante da Alma. As Flores ficam viçosas; a Alma, tranquila.
Lindo.



Beijos


SOL

vendedor de ilusão disse...

Que lindo, Shirley! Adorei! Deu-me sensação de paz e resignação... Ler, foi como ouvir uma dessas magistrais criações dos grandes compositores eruditos.
Por diversas vezes expressei minha admiração por tuas criações, mas essa..., tirou-me as palavras. Foste brilhante!
Beijos.

Lilly Silva disse...

Lindo demais seu texto Shirley! Parabéns por seu talento tão lindo em escrever!
Beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Clau disse...

Bom dia Shirley :)
Lindo esse olhar preguiçoso que espreita as maravilhas da natureza...
Bjs!