CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

29 de novembro de 2014

À BASE DE ÁGUA



O cuidador da piscina
veio hoje
aspirou
drenou
limpou
filtrou
pintou a solidão
com tinta à base de água
e se foi...
Olho pela janela
não estou ciente da árvore
mas
um passarinho 
 me encanta nesse amanhecer.
 Hoje estou mais veloz que uma lesma
ao seguir os passos do silêncio
porém
meu amor
enquanto você não chega
vou lá fora
quero enfeitar esse dia
colhendo as flores do vento...


Shirley Brunelli Crestana

31 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Linda, linda!! Adorei! Que teu fds seja cheio desses enfeites ... bjs,chica

Cidália Ferreira disse...

Bom dia
Parabéns pelo sou poema, que me encantou ler.

Bom fim de semana
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Bárbara disse...

Bom dia Shirley
Acordei da noite só para ler sua linda poesia.
Abç
Bárbara

José María Souza Costa disse...

Olá.Shirley
Bom tudo.

Vim, desejar-te, um fim de semana, bem bom.
Muita Paz. Desejos de alegria. Certeza sim, que independente da tua religiosidade, o Criador, está sempre de plantão, olhando por mim e por ti, e nos convidando, a refletir sempre, que o melhor do mundo, somos nós, os seres humanos. Por isso, somos humanos e, criados, à sua semelhança.
Dito isto, te convido a vim " cumê' um "manuê" cá no meu blogue.
Um abraço.

José Carlos Sant Anna disse...

Este lirismo que escorre do(s) seu(s) poemas poema(s) estão sempre impregnados de muita delicadeza, renovando a tradição com um toque muito pessoal.
Abraços, Shirley!

Laura Santos disse...

Um dos poemas mais lindos que aqui li.
Gostei muito, Shirley, desse desencanto tão liricamente exposto
xx

Graça Pires disse...

A enfeitar o coração...
Beijo.

Fábio Murilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio Murilo disse...

Lindo, lindo, lindo, lindo... Sempre o mesmo padrão de qualidade. Custou um comecinho de lágrima nos olhos e um nó na garganta. Minha emoção disse tudo. Boa Tarde, Shirley.

Nilson Barcelli disse...

A tua poesia é de encantar... Neste poema, para além da beleza das tuas palavras, há uma atmosfera de felicidade que enriquece o poema.
Excelente.
Querida amiga Shirley, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Elisabete disse...

Achei uma poesia encantadora!
Bjs

Arnaldo Leles disse...

Ah!!! Queria ter sido o primeiro a comentar. É isto tudo e mais um
"belega"!
Você Shirley. está num caminho mt interessante na poesia, continue assim.


Tchal!

Jorge disse...

Olá, Shirley!
O trinado encantatório do passarinho da imaginação deu-lhe asas para enfeitar alegremente o seu dia com belas flores colhidas do vento.
Um bom fim de semana para si.
J

Rosa Carioca disse...

Lindo! Bom fim de semana!

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley...bem interessante como o amor e a expectativa dele fica entranhado no cotidiano das coisas,gestos, pássaros, flores, natureza...tudo numa ralidade mágica como se tudo ficasse intrinsicamente ligado à unica realidade que importa-
a presença do amado.Muito bom!
um abraço, Paz e Amor...

Nidja Andrade disse...

Me deleito com tanta sabedoria. Minha inspiração transborda quando venho por aqui! Bjs

Santa Cruz disse...

Shirley: Ó! que belo poema amei ler. Bom domingo com tudo de bom.
Beijos
Santa Cruz

heretico disse...

encantador poema...

beijo

SOL da Esteva disse...

Poema límpido, transparente, singelo, enfeitado de flores de vento.
Lindo.


Beijos


SOL

Mariangela disse...

Que poema maravilhoso querida amiga. Sempre bela tua inspiração.
Beijos, com carinho.
Mariangela

Bárbara disse...

Bom dia Shirley

Uma poetisa que escreve maravilhas enfeitadas de metáforas que nos fascina
Abç
Bárbara

Ignacio Santana disse...

Bonita entrada!!!...siempre con buen gusto y elegancia, felicidades!!!

Un gran abrazo, Shirley...y muchas gracias!!! ;)

Pérola disse...

Um vento perfumado, as tuas palavras e poesia.

Beijinhos

Emília Pinto disse...

O melhor que temos a fazer quando o nosso dia amanhece e nos sentimos mais velozes que uma lesma " é colocar um belo sorriso e saír ao jardim admirando as flores, as árvores e o canto dos pássaros. Com certeza o resto do dia será pintado com cores alegres, mesmo que sejam " à base de água " Muito bonito o poema, amiga. Obrigada e fica bem!
Emília

Tais Luso disse...

Inspiradíssima! Que lindo, Shirley!
Só dei uma risadinha na lesma...desculpe. rss
O Fábio disse tudo, 'padrão de qualidade'.
Grande beijo.

vendedor de ilusão disse...

"Quero enfeitar esse dia
colhendo as flores do vento...", és uma inspirada que me encanta!

O Sibarita disse...

Ei moça! kkkk

Que poema chamante, viu?

Assim, o coração aberto, saudoso a procura é ou não é? kkkkkkkk

Ah esse amor, venha! kkkkkkk

Ei sua menina abra a janela do coração e deixe o aroma dos lírios arejar... kkkkk

O Sibarita

Lourdinha Vilela disse...

O dia é lindo quando há esperança de reviver o amor que não dorme no coração. A expectativa dessa chegada traz no vento os perfumes
Um lindo dia pra você.

Vera Lúcia disse...


Olá queridoka,

Esse estilo poético 'Shirley' é simplesmente único e encantador.
Hoje estou assim, 'mais veloz que uma lesma'-rsrs.
Muita introspecção por aí?

Beijão e excelente final de semana.

EU disse...

Um poema resplandecente. Depois da "limpeza", enfeitou a alma, preparando a vinda do amado.
Gostei imenso.
Bjo, Shirley :)

tesco disse...


À BASE DE LÁGRIMAS

Silêncio em meu alaúde
Te encanta com seu canto
Relembrar tua atitude
Só faz renovar meu pranto

Me expulsas de tua vida
Por desejar novo amor
Tua joia preferida
E teu eterno cantor!

Colhes as flores do vento
Eu recolho minha mágoa
Trituras o sentimento
Qual se fora à base d'água

Vai ingrata, põe-me fora
Como se fosse um lixo.
Minha existência agora
É viver tal qual um bicho!

Beijos.