CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

11 de outubro de 2014

HISTÓRIAS


Olho
penso
interiorizo-me
antevendo drásticas mudanças
nesse tempo de evolução
do Planeta Terra.
O vento maroto desvia-me a atenção
saracoteia e registra  no muro da frente
mensagens que tento compreender
 depois some
corcoveando como cavalo bravo
como se não voltasse mais.
Protegida pela quietude do anoitecer
 elevo o pensamento
lembro você
porém
o silêncio dura pouco
há um burburinho no ar...
Ouço as  inocentes risadas das estrelas
e as repetidas histórias do velho luar... 

Shirley Brunelli Crestana


64 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Beleza de inspiração:risadas das estrelas e histórias do luar...ADOREI! bjs, chica

Graça Pires disse...

A Natureza a interferir para nos livrar dos pensamentos tristes...Muito bom.
Um beijo.

Jossara Bes disse...

Lindo demais!
Contemplar, ouvir a natureza é divino!
Felicidades para você!

José Carlos Sant Anna disse...

Enquanto ouves as inocentes risadas das estrelas e as repetidas histórias do velho luar, ouço uma discreta pulsação, quebrada em seguida pelo burburinho do ar...

Beijos, Shirley, e bom final de semana!

Célia Rangel disse...

Perceber o riso das estrelas é somente para potenciais criatividades com o divino! Belo poema!
Abraço.

Cidália Ferreira disse...

Um poema Soberbo!

Beijo bom fim de semana

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ricardo- águialivre disse...

Poema muito bom de uma grande inspiração

Bom fim de semana

Deixo cumprimentos

Querendo , visite(m) - me

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Mariangela disse...

Amei tua inspiração amiga... Lindíssimo demais.
As estrelas,o luar... como é bom ouvir seu falar aos nossos coraçãos!!
Beijos amiga!
Mariangela

Edumanes disse...

Dissonante esse poema,
antevendo drásticas mudanças
aqui no planeta terra é uma pena
serem poucas as esperanças!

Fica a noite mais escura!
quando nuvem negra aparece
no céu as estrelas e a lua
vai-se o sol anoitece...

Bom fim de semana para você amiga SHIRLEY, UM BEIJO.
Eduardo.

GarçaReal disse...


As estrelas transmitem sempre a luz que nos acompanha na noite e ajudam às nossas recordações... O seu brilho é inabalável...

Muito belo o teu poema

Bom fim de semana

Bjgrande do Lago

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Lindas tuas palavras inspiradoras.
Beijos,tenha uma ótima noite.

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley...temos que estar atentos aos
sinais e às risadas dos anjos.
Lindo!
Um abraço e Paz Profunda1

José María Souza Costa disse...


Olá, Shirley
Amanhã, é um novo tempo.
Passei para lhe desejar Paz, Saúde e Alegria.
Todo tempo, é de reflexão. E este, nos convida sempre á refletir, principalmente, sobre nós mesmo.
Feliz tudo.

Tais Luso disse...

"Ouço as inocentes risadas das estrelas
e as repetidas histórias do velho luar... "

Que lindo isso! Sempre a Shirley!!!
Grande beijo.

Nilson Barcelli disse...

Na verdade, os teus poemas têm sempre uma história.
Este belo poema é o exemplo disso mesmo, onde as palavras vão surgindo aos nossos olhos ao mesmo tempo que a história vai ganhando contornos.
Gostei imenso, excelente poema.
Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Shirley.
Beijo.

Denise disse...

Shirley, vc tem uma forma impar de escrever. Suas comparações tornam a poesia mais chamativa. Muita paz!

Nádia Santos disse...

À noite, nossa imaginação fervilha... lindeza de poema querida. Bjussss

heretico disse...

a metamorfose da natureza em palavras e emoções - sensoriais e belas.

beijo

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Maravilhoso poema!! Ver o riso das estrêlas e repetidas histórias do luar.... encantador. Obrigada amiga por esse momento lindo!! Bjos e uma semana de paz e inspiração sempre.

SOL da Esteva disse...

Que bom escutar as histórias da lua e os risos das estrelas!...
Lembrar o Amor, mesmo em pensamento, sempre acaba com o silêncio do anoitecer.
Lindo.


Beijos


SOL

O Árabe disse...

Quem nos dera, Shirley, pudesse a vida ser lúdica e bela, como a refletem os teus poemas! Lindo post, boa semana.

Sandra disse...

Agradeço sua visita, seja sempre bem vinda. Também gosto de poesia, muita Paz e Luz!

Vanuza Pantaleão disse...

Ainda bem que "o vento desvia tua atenção", pois muitos problemas da terra só nos trazem dor. Melhor é mergulhar fundo na beleza e na poesia.
Obrigada por tua gentil visita lá no Matagal, querida amiga!
Beijos e muito carinho!

Dorli disse...

Oi Shirley
Isso que é poetisa!!
Passando para agradecer o carinho na minha poesia no Vendedor de Ilusão.
Beijos no coração
Lua Singular

Emília Pinto disse...

Quando paramos...pensamos...olhamos / e é bom fazer isso ) o nosso pensamento voa. Num minuto é capaz de percorrer décadas de vida e de saltar de um lugar para o outro atravessando até oceanos. Como é poderoso o nosso pensamento, amiga! Alheio a ruídos sem se importar com as multidões lá vai ele compondo novas histórias, contando as antigas, imaginando tantas outras. É livre o nosso pensamento e, sem pedir licença lá se instala ele na nossa mente perturbando-a algumas vezes, dando-lhe esperança tantas outras, fazendo-a sonhar constantemente.. Lindo amiga! beijinhos e até sempre!
Emília

Carla Ceres disse...

Oi, Shirley! Acabei de reparar que meus "personagens" favoritos nos seus poemas não são humanos. A Lua, as estrelas e a ventania me interessam muito mais do que as pessoas. Seres humanos só aparecem nos versos quando culpados pela malversação de sentimentos. :) Um viva pra Lua! Beijos!

Vanuza Pantaleão disse...

Quer dizer que também aprecias um pastelzinho de queijo, né? [risos]

Amiga, obrigada pelo teu carinho lá no Prosas Poéticas. Que teu dia seja de muita luz, tranquilo, tudo de belo e de bom, sempre.

Beijinhos...

manuela barroso disse...

A Natureza e o Eu num constante diálogo interior om "risadas de estrelas"!

Bjis

Claudio Chamun disse...

A natureza inspira,
A natureza conforta,
A natureza dá paz.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Perfeito querida amiga, parabéns! Bjosss

Arione Torres disse...

Oi Shirley, que lindo!
Vim lhe desejar uma ótima semana, beijos!!

Maria Célia disse...

Ei Shirley
Uma beleza seu poema, você é muito talentosa.
Um beijo.

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Sempre encantador as suas delicadas palavras!

Anete disse...

Shirley, poetizou com ternura e beleza!

Obrigada pela visita no Ciranda de Frases...

O meu abraço.......

© Piedade Araújo Sol disse...

pensamentos nocturnos de Poeta....

:)

Vera Lúcia disse...


Shirley querida,


Evolução requer transformações e estas fazem parte do pacote para que o Planeta mude seu status atual para um melhor. Segundo consta, o mundo subirá um degrau em sua escala evolutiva, passando de 'mundo de provas e expiações' para 'mundo da regeneração'regeneração. Pelo menos foi isso que aprendi através da doutrina espírita.

E que adorável esse burburinho que quebra o silêncio. "Risadas inocentes das estrelas" é uma expressão encantadora. Também gostei do "vento maroto".

Muito lindo, amiga.

Beijão.

Lilá(s) disse...

Como eu gosto de ouvir a natureza, e o luar sempre foi bom conselheiro!
Bjs

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Shirley
Um poema feito em base a um sentimento real envolto em versos melodiosos e com insinuante alegria no ar...
Obrigada por me prestigiar no Prosa poética do Viviane...
Seja abençoada e feliz!!!
Bjm fraterno

Fábio Murilo disse...

Poema suave como a noite

Élys disse...

Suas poesias são doces e plenas de ternura.
Élys.

Claudinha ੴ disse...

Shirley, quando tudo para, é sábio ouvir as estrelas! Belíssimo poema!
Beijos!

Smareis disse...

Shirley, um poema magistral, gostei imenso.
Andei ausente alguns meses dando uma pausa, coisas que são necessárias e agora cá estou novamente.
Beijos!

O Sibarita disse...

Ei moça! kkkkk

E é assim é? kkkkkk Ouvir as estrelas, viajar a lua no burburinho dos desejos, oi que bom! kkkkkkkkkk

Seu poema, porreta! kkkk

O Sibarita

Marina Fligueira disse...

¡HOLA,SHIRLEY!!!

Nos dejas un exquisito poema, como todo lo que pasa por tu mano. Sabes plasmar tus sentimientos con una gran delicadeza y elegancia. Que bonito sonríen las estrella en tu pluma. Y, preciosa la imagen.

Ha sido un inmenso placer pasar por tu casa virtual y leerte.

Te dejo mi gratitud y mi estima.
Besos azules en vuelo.
Y se muy muy feliz.

tesco disse...


E tu não acreditas em mim
Quando narro fiel aventura
Se te dão de beber, porventura
Fantasia bem elaborada
Então ficas atemorizada
Aguardando o princípio do fim.

E embora o vento apareça
Trazendo novas de mundo novo
Observas somente o corcovo
Que ele faz com vigor e pujança.
Mas ainda guardo esperança
Que a lição não desapareça.

Beijos.

Cidinha disse...

olá, Shirley. Sempre muito bom reler seus poemas, que tanto nos encanta..... obrigada amiga!! Quero desejar uma linda tarde de domingo e semana. Feliz por ter vc por lá!! obrigada.... bjosssss

Cidinha disse...

olá, Shirley. Sempre muito bom reler seus poemas, que tanto nos encanta..... obrigada amiga!! Quero desejar uma linda tarde de domingo e semana. Feliz por ter vc por lá!! obrigada.... bjosssss

Rita Sperchi disse...

Que legal essa inspiração
saber que as estrelas dão risadas e a lua acompanha é tudo divino

Bjussss

(•ิ‿•ิ)✿ Rita

Dorli disse...

Oi Shirley,

Vou ficar com saudades de algumas pessoas, inclusive você.
Depois da Amostra Poética eu entrarei só noite, se houver algum comentário eu respondo, mas não posto mais em nenhum dos dois blogs.
Beijos
Lua Singular

dinapoetisadapaz disse...

Olá Shirley,lindas metáforas "sorriso das estrelas"uma inspiração divina! Seus versos são encantadores!
Boa noite . Bjs!

Ignacio Santana disse...

Elegante y delicado poema...que solo una persona elegante, delicada y con mucho sentimiento puede escribir!!!

Un gran abrazo, amiga...y gracias, muchas gracias!!! ;)

Giancarlo disse...

Felice inizio settimana...ciao.

O Árabe disse...

Boa semana, Shirley. Aguardo o próximo post!

Maré Viva disse...

Que maravilha esta evasão do mundo real para caminhar no reino mágico das estrelas e do luar!
Beijos.

Olhos de mel disse...

Estamos atravessando um período de mudanças no planeta. Momentos que nos levam a reflexão. E vêm as história das nossas vidas, que nos levam a pensar. m Ecos refletidos num poema doce, lindo e harmônico!
Boa semana! Beijos

Nilson Barcelli disse...

Reli o teu poema e voltei a ficar encantado.
Tem uma boa semana, querida amiga Shirley.
Beijo.

Dorli disse...

Oi Shirley
kkkkk. Era só clicar postagens posteriores até encontrar.
Pra mim é um prazer: Dias 25 e 26 de outubro.
Beijos
Lua Singular

Helena disse...

Que doçura de versos! O silêncio que em ti dura pouco e deixa um burburinho no ar é o mesmo que se aquieta em nossa alma para também ouvir "as inocentes risadas das estrelas e as repetidas histórias do velho luar..." Versos delicados e profundos finalizando uma história que antevê "drásticas mudanças nesse tempo de evolução
do Planeta Terra."
Há pouco tempo li algo, que aqui reproduzo, e que vem ao encontro desta evolução pelo qual estamos passando:
"Hoje, há esperança para a Terra e para cada alma que vive em sua esfera e isto é porque através do maior advento da luz na Terra, nós estamos nos tornando mais conscientes de nosso relacionamento interior com o outro e com as nossas próprias almas, e a partir deste sentimento de conexão, se desenvolverá uma imediação do amor e da responsabilidade, o que não permite mais as divisões entre grupos e entre nações que atualmente existem."
Deixo-te sorrisos espalhados nas horas dos teus dias e estrelas para iluminar (ainda mais) as noites em que "o silêncio dura pouco e há um burburinho no ar..."
Helena

Leila Bomfim disse...

OLá Shirley! Passando e apreciando este lugar aconchegante...beijos

Luz13 disse...

Gostei do blog. "Ser feliz fazendo o que gosta, respeitando o direito do outro". Aline - De Olho No Mundo. https://www.youtube.com/watch?v=HZMzuQN-h2w&feature=youtu.be

Vera Lúcia disse...


Olá minha doce amiga,

Senti sua falta por lá e vim ver o que está acontecendo. Observei que você não atualizou. Espero que esteja tudo bem com você.

Desejo-lhe dias iluminados e plenos de paz.

Beijão.

Rita Freitas disse...

Belo, gostei imenso. Também acredito nas histórias do velho luar :)

bjs e bom fim de semana

Laura Santos disse...

Que lindo, Shirley...!
Existirá sempre um vento maroto a desviar-nos a atenção, mas seguidamente acabaremos por ouvir as histórias que se debruçam sobre nós, impregnadas de luar.
Estou voltando depois de umas merecidas férias...:-)
xx

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Shirley
Um poema recheado de humor sadio de quem escreve por gosto...
História em versos fica mais bonito...
Bjm fraterno