CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

30 de agosto de 2014

PENSAMENTOS SEM RUMO


As nuvens chegaram
ensimesmadas
flutuando a esmo
no calor do dia azul.
Vieram em bandos
humildes e brancas
com o coração vazio.
As pessoas que passavam
não notaram
imersas que estavam
numa frequência vibratória instintiva
presas aos valores supérfluos da vida.
Bocejando
o vento dispersou as horas
e estando você tão distante
 fiquei a dialogar comigo mesma
sentada nos degraus da tarde...

Shirley Brunelli Crestana

50 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Lindo e esse final, sensacional! bjs, ótimo fds! chivca

Jorge disse...

Olá, Sirley!
Por vezes, nos damos conta que os nossos pensamentos vagueiam sem rumo, tantos como os raios da rosa dos ventos.
Abrs
J

Jonatas Rubens Tavares disse...

Magnífico!
Queria eu ter testemunhado os eventos desta tarde. Que meus pensamentos me levem até lá,que esses degraus são muito convidativos.

Abraço

José Carlos Sant Anna disse...

Ter os degraus da tarde para esse diálogo é um privilégio. E como seria bom se os degraus os aproximasse, não seria?
Abraços, Shirley!

Ivone disse...

Que lindos versos, quem não vê a beleza da natureza vagueia em "pensamentos sem rumo", amei ler!
Sensibilidade linda!
Abraços e um lindo sábado!

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde

Belissimo poema.. Adorei

Beijos, excelente sábado.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Tito disse...

Tá bonito! As nuvens, o bocejo do vento, a distração das pessoas, os degraus...
Uma viagem!

O Sibarita disse...

Ô fia! kkkkk Será mesmo que o pensamento estava sem rumo, ou estava em lá ele e você não percebeu, aiaiaiaaiai... kkkkkkkk

Esse poema escrito nas nuvens do pensamento em permanente diálogo com os desejos aflorados, repare... kkkkkk

Muito 10!

O Sibarita

Dorli disse...

Oi Shirley

Boa tarde
Linda poesia recheada de metáforas.
Você desliza seu pensamento nas letras em construção.
Bom fim de semana
Beijos
Lua Singular

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Shirleylindamiga

Mais uma poesia, mais uma beleza. Tu conjugas palavras, mas também o fases com ideias. Já to disse uma vez: és uma Poeta; tu vives a Poesia. Muito obrigado por aquilo que me (nos) dás.

Qjs

... e até à Travessa que também é tua

José María Souza Costa disse...


Olá, tudo bem ?
Nesta tarde meio sol, meio cinza, de sábado aqui em Sampa, aproveito para te desejar, um fim de semana agradável. Cada um, dentro do seu proporcional tempo. Mas, não podemos esquecer, que é o Criador, o regente dos nossos sonhos e inspirações. Portanto, nesse caminhar de vontades, o que não aconteceu no dia de hoje, é por que, só realizar-se, em um tempo determinado. E todo tempo é tempo, desde que o Pai Eterno, assim, nos conceda. Estou seguindo o seu blogue. Se possível, dê uma passadinha, lá no meu
Paz e Luz
Abraços.

Laura Santos disse...

Belíssimo poema, Shirley, como sempre.
Tratas a linguagem por tu e ela fica rendida aos teus desígnios.
Adorei! Como são necessários os degraus da tarde para que neles nos apoiemos.
xx

Tais Luso disse...

Li várias vezes na tentativa de retirar o trecho mais lindo; mas não consegui!
Todo o poema é maravilhoso! Único!
Beijos, Shirley!
Minha admiração.

Nádia Santos disse...

Quantas vezes deixo meu pensamento vaguear, pensando nele... lindo. Bju

Helena disse...

"...sentada nos degraus da tarde..."
Foi assim que te vislumbrei estendendo as mãos para retirar no passar do vento os versos que compõe este belo poema.
Sorrisos e estrelas,
Helena

Teca M. Jorge disse...

Versos cheios de metáforas e sensações...

Beijo.

SOL da Esteva disse...

Poema lindo, meditativo, construtivo, sério...
Quantas vezes esta nossa identidade nos é comum, dialogando, sós, sentados nos degraus da tarde...
Amei, Amiga.


Beijos



SOL

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley...observando nuvens você
ganhou a tarde fabricando poesia...divagações na tarde são assim
maravilhosas.
Um abraço

Lu Dantas disse...

Lindos versos!

Um abraço

www.lucadantas.blogspot.com.br

vendedor de ilusão disse...

Passei por aqui e aprecei tudo o que vi e li, tanto que já estou seguindo. Venha me visitar; quem sabe goste do meu blog como gostei do seu?
Abraço e boa semana.

Claudio Chamun disse...

Dizer o que?
Bravo!

TB (Telma Braga) disse...

Amei os pensamentos...
Obrigado pela super dica la no meu canti ho =)
Obrigadooooo
Beijo**
TB

Fábio Murilo disse...

Você fez o poema que eu tentei e não fiz essa semana, mesmo assim, nuvens no céu, pessoas indiferentes no chão, sério. Belíssimo os "degraus da tarde".

Evandro L. Mezadri disse...

Belíssima obra, Shirley!
Leve, verdadeira, uma visão poética sobre o cotidiano cheio de pressa!
Grande abraço, sucesso e ótima semana!

Solange Honorato disse...

Oi Shirley, vi você lá na Rovênia e não resisti...
Estou conhecendo seu trabalho e estou adorando. Quem nunca teve vontade de embarcar numa nuvem pra tentar descobrir seus mistérios?
Beijo carinhoso!:))

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida amiga.. todo pensamento tem rumo.. se pensou criou é assim que ele funciona.. por isso temos que dar muita vibração positiva para que os mesmos não firam ng.. nosso corpo mental tem poder mas não sabemos disso ainda.. bjs e até sempre

Carla Ceres disse...

Oi, Shirley! Nuvens passando, gente passando, tempo passando... Paralelo triplo, pra lá de interessante. Beijos!

vendedor de ilusão disse...

Olá, minha mais nova bela amiga!
Voltei para dizer que fiquei lisonjeado com sua visita ao blog, no entanto, devo confessar que me sinto um tanto quanto frustrado por não ter visto sua foto no mosaico dos seguidores, mas, não tem nada! Irei continuar lhe visitando de qualquer forma...
Tenha uma semana maravilhosa!
Beijos.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Hoje vim agradecer a sua linda visita ao meu cantinho.
Muito obrigada!
Uma linda e muito abençoada semana para você!
Abraço amigo
Maria Alice

vendedor de ilusão disse...

Ah..., agora sim!... Agora você me deixou mais feliz ainda...
Beijos.

Nadja disse...

Oi Shirley!

Linda poesia!
Você escreve com a alma...
Falando em alma, notei que gosta do Antigo Egito como eu!

Linda semana!

Bjksss

tesco disse...


Entorpecida
Sentada nos degraus
Como sem vida
Perguntam-me sobre ela:
- Che cosa fa?
Respondo aborrecido:
- Está en si mesmada
pois as nuvens vêm de lá
encobrem o sol
escurecem o dia sem dó
e a tornam ré
do crime de amar.

Uma brisa sopra-lhe no ouvido:
- Não é crime grave
mantenha o tom!
Mas ela entristecida
solfeja a mesma ária:
- É tarde.... É tarde...

Beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

fim de tarde e a melancolia, tomou conta do Poeta....

:)

ricardo alves / são paulo,brasil disse...

sempre bom tirar os olhos do umbigo e erguer-se pro céu hein...

O Árabe disse...

Sem rumo, Shirley? Talvez... mas lindos, com certeza! Belo texto, boa semana.

Mariangela disse...

Degraus que muitas vezes se tornam imensos, intransponíveis, enquanto ao nosso redor tudo passa rapidamente.
Lindíssimo!
Beijos,
Mariangela

Graça Pires disse...

Quando a solidão nos apura o talento... Um belo poema.
Beijo.

Maria Alice Cerqueira disse...

Por favor, me perdoe pela copia e cola.
Mas hoje é por um motivo especial.
Levar ao conhecimento de todos aos meus amigos o meu mais recente trabalho.
Desde já agradeço o seu carinho, sua atenção e sua compressão.

Vem ai Uma Menina Chamada Esperança!
Em breve comunicarei o lançamento deste emocionante livro! Que ao voltar no tempo dos nossos antepassados, nos faz renascer para a chama da esperança, - olhar para o futuro e ver nossos sonhos realizados!
Querida amiga, eu ficaria muito feliz se pudessem me ajudar a divulgar meu mais novo trabalho, o qual foi feito com muito carinho e dedicação para todos os leitores que gostam de viajar entre as palavras de um livro. É um livro juvenil, mas que com certeza vai tocar o coração de todos. Assim é o que eu desejo.
Penso que estou pedindo um pouquinho demais, mas se for possível me ajudar também curtindo Esta postagem na minha pagina e a pagina deste livro no face eu lhe agradeço de todo o coração.
Muito obrigada!

https://www.facebook.com/UmaMeninaChamadaEsperanca?fref=nf



Logo que tiver uma data precisa do lançamento do livro avisarei a todos.
Conto com o apoio de cada um de vocês, para a Menina Esperança realizar o seu sonho!
Desde já agradeço o seu apoio e amizade.
O meu muito obrigado
Que Que abençoe a cada um e uma de vocês, meus amigos e amigas.

Maria Alice

Vera Lúcia disse...


Que lindo, amiga!
Você sempre nos presenteando com construções poéticas encantadoras.
Adorei o bocejo do vento e os "degraus da tarde". Muito lindo, como lindo é todo o poema. Quantas vezes nos distraímos das belezas do caminho por motivos vãos ou desatenção.

Amei, queridoka.

Bela semana.

Gislene disse...

Lindo texto Shirley ! Você tem o dom da palavra ! Rico vocabulário e belo uso da personificação ! Conteúdo profundo e precioso ! Parabéns !

Dorli disse...

Oi Shirley
É vero, minha linda
O Lua Singular ficará só para leituras.
Mas o bloguinho está de recesso e logo postarei esporadicamente.
Quando senti saudades venho ler suas poesias.
Beijos
Lua Singular

Élys disse...

Um momento de reflexão e saudade. Powesia linda!
Beijos, Élys.

vendedor de ilusão disse...

Oi, linda admirável poetisa!
Estou de volta e digo que, ao contrário do seu belíssimo e inspirado poema, eu vim "com o pensamento no rumo"; vim para, além de admirar sua criatividade poética, também suas fotos que são de encher os olhos...
Beijos.

heretico disse...

belíssimo poema - suave e delicado.

como você tão bem cultiva.

beijo

Arione Torres disse...

Oi Shirley, muito lindo, adorei!!!
Tenha uma ótima semana, beijos e fique com Deus!

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso poema, beijo Lisette.

Graça Pires disse...

Shirley, obrigada ao seu filho por participar nestas nossas mensagens. Um beijo para ele. Outro para si.

EU disse...

Uma identificação de estados : as nuvens e as pessoas. Ambas perdidas, umas por capricho da natureza, outras por imperativos pessoais ou escolha.
Quem tem alma precisa de (se) contemplar...
Belo.
Meu beijo :)

Rúbia Kenes disse...

Bom dia amiga linda!!! parabéns pelo lindo blog!!! obrigado pela sua visita no meu blog, sou sua seguidora.
Deus te abençoe amiga linda

http://rubiaartes.blogspot.com.br/2014_09_01_archive.html

Beijinhosssssssssssssssssssss

Profª Lourdes disse...

Boa tarde!
Amiga, ultimamente demoro nas visitas é que já não sou mais nenhuma jovem, mas como ainda estou na ativa, em sala de aula, requer que esteja sempre atualizada, não só eu como todos os colegas, estamos fazendo um curso aos sábados e consequentemente ficam muitas tarefas nos finais de semana.
A Jovem que estava comigo a alguns anos, considerando da família, pois tinha toda minha confiança, mudou de endereço e ainda estou só com os afazeres de casa. Justifico, porque em algumas vezes não uso da mesma gentileza nas visitas como gostaria. Entro no face porque é bem mais rápido. Nos Blogs, organizo as postagens quando me sobra um tempinho e sempre estou visitando com um comentário colado o qual peço desculpas.
O importante é que está aqui é um prazer e acima de tudo um novo aprendizado com suas postagens.
Abraços, um domingo de paz e um início de semana iluminado pela Luz Divina.
Lourdes Duarte.
http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/