CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

5 de julho de 2014

PROCURA


Preciso tanto
de uma palavra sedativa
amorosa e libertadora.
Meus pensamentos
se vestem de luz diáfana
e te buscam
nas praças floridas
nos lagos mansos
nas madrugadas silentes
mas
tua ausência 
me conduz para um mundo de dor
 sem cor
inóspito
sem lua sem sol sem mar...
Onde o êxtase
o futuro venturoso
a beleza criadora
onde estás
tu que dizias me amar?...


Shirley Brunelli Crestana

49 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Triste espera do amor ! Linda poesia e inspiração! bjs, chica

Guaraciaba Perides disse...

Há tempos de noite escura, sem lua e estrelas...o coração lamenta a tristeza da alma. Mas a noite não dura para sempre...
Um abraço

Cidália Ferreira disse...

Tão bonito!!
QUANTAS VEZES NÃO PRECISAMOS DE UMA PALAVRA DE CARINHO E CONFORTO? AMEI


Beijinho
Bom fim de semana.

Coisas de Uma Vida 172

Paulo Francisco disse...

Pergunta de um coração apaixonado.
Um beijo grande

José Carlos Sant Anna disse...

Com roupagem inteiramente nova, essa canção recupera a tradição medieval com a ansiosa espera ou Outro pela amante... Um belo poema, Shirley!
Abraços,

Jossara Bes disse...

Bela poesia feita de espera, saudade,amor!
Felicidades para você!

Lindalva disse...

Nossa arrepiou... muito profundo. Olá minha amiga. Venho renovar o convite para participar do 9º Pena de Ouro, até amanhã estarei recebendo as poesias. Caso não deseje participar da brincadeira como poetisa espero contar com a tua presença a partir do dia 12/07 para a votação. Um enorme beijo no coração

aflores disse...

Diz a voz do Povo «quem espera sempre alcança».

Gostei desta 'Procura' e do cantinho onde está inserido.

Agradeço e retribuo visita ao meu blog.

Tudo de bom.

:)

;)

Jorge disse...

Olá, Shirley!
Uma ausência quando perdura, é premonitora de desventura.
Um abraço,
Jorge

Dorli disse...

Oi Shirley

Poesia triste e como sei que é só mais uma poesia respondo: o vento levou.
Beijos
Lua Singular

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Lindas palavras à espera que o futuro traga o tão esperado amor.
Beijos,ótimo final de semana.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Shirleyamiga

O amor não se procura, encontra-se; o futuro somos nós que o fazemos; quem espera muitas vezes desespera. Tudo isto são apenas premissas (deviam ser duas, mas são três) cuja conclusão só pode ser uma: amar e ser amado.

Gostei deste teu poema. E continuo a esperar-te na Travessa: Não me faças acreditar no "quem espera, desespera...

Qjs

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Shirley,um coração à espera do amado,que um dia retornará.
Lindas palavras em seu poetar.
Bjs
Carmen Lúcia.

Clau disse...

Olá Shirley,
Ausências nos afligem.
É triste, mas...
as pessoas não somem,
elas perdem o interesse.
Bjs!

heretico disse...

doce e terno poema

beijo

Fábio Murilo disse...

"Mora na filosofia, pra que rimar amor e dor"

PERSEVERÂNÇA disse...

Poetisa Shirley, que prazer é ler a cada palavra em sua postagem!
Estamos sempre em uma busca constante de muitas coisas entre elas a felicidade, a entrega ao amor intenso...
Estamos todos carentes do verdadeiro amor...
Beijo
Nicinha

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Como é importante uma palavra sedativa em momento como esse de solidão. Lindo! Belo! Sábio! Obrigada Shirley por tocar sempre nosso coração. Agradeço todo carinho e o prazer da sua visita. Desculpe! ando um pouco ausente por motivo de sáude e tempo. Más adoro passar por aqui! Bjossssssss e um feliz domingo e semana.

Malu Silva disse...

Muitas vezes desaparecem aqueles que dizem nos amar tanto...
Resta-nos apenas seguir, alheia às juras feitas outrora.
Um beijinho, querida!

Teca M. Jorge disse...

Amor eterno... "infinito enquanto dure", já dizia o poetinha...

Beijo.

Maria Rodrigues disse...

Como é triste procurar e não encontrar.
Melancólico e belo.
Beijinhos
Maria

ONG ALERTA disse...

Sempre amor não importa como...
Beijo Lisette.

Mar Arável disse...

Na boca das sementes

Zilani Célia disse...

OI SHIIRLEY!
QUANDO A AUSÊNCIA DO AMOR,É TÃO DOLORIDA QUE CONSEGUE TIRAR AS CORES DO TODO QUE NOS CERCA.
CONSTRUÇÃO POÉTICA, DE MUITO TALENTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

EU disse...

Esta "procura" silenciosa mas intensa na força poética, faz parte de momentos em que se necessita da presença amada junto a nós. E é uma dor a ausência!

Gostei imenso, Shirley.

Bjo :)

Lu Dantas disse...

Linda poesia!
Vim conhecer seu cantinho, agradecer e retribuir a visita ao meu blog!
Voltarei!
Abs

www.lucadantas.blogspot.com.br

Antonio Reis disse...

Está aninhado em cada verso, em cada figura, em cada suspiro da lindíssima inspiração. A procura que parece nunca ter fim, que acelera a respiração numa sempre bela construção.
Aplausos Shirley.
Belo trabalho.
Uma linda semana de paz e muita inspiração.
Beijo de paz amiga.

Nádia Santos disse...

Escreveste para mim? Sobre minha dor? Parece que dor de amor, é tudo igual.... Lindo, um bj.

O Árabe disse...

Assim é, Shirley: quantas vezes procuramos alegria... e apenas encontramos conforto, nas lembranças? Belo poema, amiga; boa semana!

Nilson Barcelli disse...

O amor ausente é sofrimento, é perda, é um vazio que dificilmente será preenchido sem outro amor (é a minha receita...).
O poema é magnífico, gostei imenso.
Tem uma boa semana, querida amiga Shirley.
Beijo.

Rita Sperchi disse...

Bem triste essa espera , o poema é
bem bonito intenso
Deixo um abraço de boa semana
Bjuss
Rita!!

Dorli disse...

Oi Shirley
Passando para agradecer o carinho
Beijinhos no coração
Lua Singular

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito linda sua poesia, Shirley.
Muito obrigada pela visita.
Beijo*
Renata

Carlos Hamilton disse...

Todo mundo precisa de uma palavra de carinho ou um simples abraço.

Abraços

Carla Ceres disse...

Lindo, Shirley! Precisamos procurar o amor. O erro é procurar sempre na mesma pessoa. Beijos!

Tito disse...

Olá, Shirley!
Vim agradecer sua visita e conhecer o seu espaço. São tantas coisas bonitas que logo logo vou voltar com mais tempo pra apreciar melhor.
Abraço...

Claudio Chamun disse...

A espera do amor é sempre triste, mas quando ele chega...

tesco disse...


Me buscas onde não estou
Sou vário, sou complexo,
Poucas vezes tenho nexo
Nem eu sei por onde vou
Vulcão ativo é meu retiro
Resido na tempestade
Vivo em plena liberdade
Nas cascatas me atiro
Só no silêncio das matas,
No rochedo solitário,
Em meio da imensidade
Sinto-me bem na verdade

Queres sol, queres luz, queres cor
Queres mais, queres paz
E isso não posso te dar
Sou complexo, sou vário
Dou-te apenas meu amor.

Beijos.

Lourdinha Vilela disse...

A saudade alimenta o amor.
Lindo poema.
bjs

Graça Pires disse...

Poema de ausência, de espera, de amor...
Beijo.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amiga, muito triste passar a vida remoendo ou esperando por um amor, tenho uma amiga que a anos sofre pela mesma pessoa sem perceber que a juventude dela já foi e ela continua vivendo no passado acreditando em um amor que já tem outros amores rsrs Bjosss

Verinha Portella disse...

Estar aqui em tua casa é uma honra...tudo aqui fala de amor, de emoção,de sensibilidade.
Amei...renovei!!

Obrigada
veraportella

Ingrid disse...

o abandono do amar..
dói... muito.
lindo sempre.
Beijos querida

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Shirley.. as vezes procuramos este ser que tem o amor que precisamos em todos os lugares e ele se encontra ao nosso lado.. porém as vezes ele esta distante mas tb perto.. pq para o amor não existe distância.. bjs e até sempre

Lapidando Versos

Jonatas Rubens Tavares disse...

No amor o mundo é, de fato, mais vivo, pulsante.

Abraço

Vera Lúcia disse...


Shirley querida,

O poema é muito lindo. No momento, porém, passo apenas para agradecer seu carinho e afago. Oportunamente, retornarei às visitas e comentários. Preciso de um tempo para me refazer.
Muito grata.

Beijão.

O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkk Sim, digo e ai? kkkkkk

Eita poemaço, chama viva dos desejos... kkkkk

O Sibarita

O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkk Sim, digo e ai? kkkkkk

Eita poemaço, chama viva dos desejos... kkkkk

O Sibarita

Tais Luso disse...

Caminhando entre teus elegantes e lindos poemas...

Beijo, meu carinho.