CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

26 de julho de 2014

BRAVURA


Penduro meus desejos
na verticalidade das estrelas cadentes
e parindo rimas novas
bebo na taça inefável da noite.
Atrevida e selvagem
zombo dos cáusticos e cínicos
que dormem em trevas
agasalhados pela falsa inocência.
Como ave que emerge e voa
minha coragem alcança a rua
e ateando fogo no silêncio
espreita a madrugada
que desfila negra e nua.




Shirley Brunelli Crestana

50 COMENTE AQUI:

Cidália Ferreira disse...

Lindo poema!!

Beijo e um sábado feliz.

Coisas de Uma Vida 172

PERSEVERÂNÇA disse...

Atrevida e romantica, nos mostra que não será a saudade e a tristeza que vai domina-la.
Gostei.
Feliz sábado e deixo um beijinho em seu coração.
Nicinha

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muuito bonito esse poema, esse voo noturno.Parabéns. Beijos.

Ivone disse...

Linda bravura em versos amiga querida!
Amei ler, tenhas um lindo fim de semana!
Abraços apertados!

Dorli disse...

Êta poetisa,

Você é incrível: almoça, janta poesias e nos da a sobremesa mais doce da vida.
Beijos no coração
Lua Singular

GarçaReal disse...


Há uma palavra que define este teu poema

FABULOSO

Versejas de uma maneira profunda , envolvente e magestosa.

Adorei

Bom fim de semana

Bjgrande do lago

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Linda poesia amiga Shirley,com palavras vindas do fundo d'alma.
Adorei.
Bjs
Carmen Lúcia.

Laura Santos disse...

O atrevimento selvagem a que as noites convidam antes que as madrugadas decididamente se incendeiem.
Belíssimo poema Shirley! Muito intenso.
xx

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Shirley..coragem de vasculhar os encantos das estrelas cadentes e rumar ao infinito de todas as possibilidades...metáforas de paixão avassaladora! Belo poema!
um abraço

ONG ALERTA disse...

Muito lindo esta magia selvagem.
Beijo Lisette.

Nilson Barcelli disse...

Já eras poeta há mais de 20 anos. E já fazias excelente poesia.
Este poema é soberbo, adorei.
Shirley, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Ingrid disse...

primoroso...
tua sensibilidade me leva longe.
beijos e boa obra amada!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Shirley

Piracicaba é cidade da poesia, tens muito a escrever aí.

abraço
Marcos

Claudio Chamun disse...

Linda nada mais a dizer a não ser suspirar.

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Bravo!! Encantador! Maravilhoso!! Obrigada por partilhar. Obrigada pelo carinho e por ter o prazer ter vc lá no meu cantinho. Meu carinho sempre!! Saúde e muita inspiração. Bjosssssss Feliz semana!!

Toninho disse...

Acordar o silencio e refazer nossos passos e viver o amor sem os fantasmas da imaginação.
Um belo poema Shirley.
Uma linda semana com meu terno abraço amiga.
Beijo de paz.

SOL da Esteva disse...

Soberana! Magnífica poesia "[...] como ave que emerge e voa[...]".
Parabéns.


Beijos


SOL

Dorli disse...

Oi querida
Deixei um recadinho pra você no meu blog.kkkk
Você é uma poetisa linda, feliz e tem um sorriso irradiante.
Beijos no coração
Lua Singular

Marina Fligueira disse...

¡Hola,SHIRLEY!!!

Primero felicidades por ese premio bien merecido, pues me encanta tu blog.
Y tus poemas son deliciosos, eché un vistazo unos pisos más a bajo y me he maravillado con tus letras.
Ha sido un placer pasar por tu casa y leerte.
Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un beso y se muy muy feliz.

Hasta septiembre. Si dios quiere. Nos vemos luego.

Chauuuuuuuuuuuu

Claudinha ੴ disse...

Olá Shirley!
Obrigada pela visita. Gostei demais daqui.
Belo poema, inspirado numa linda noite, imagino, e dispersado pela brisa da manhã.
Um beijo!

Fábio Murilo disse...

Poesia de primeira.

Carla Ceres disse...

Uau! Shirley incendiária! Sensacional. Beijos!

heretico disse...

gostei muito do poema - empolgante em seu voo decidido.

beijo

Maria Célia disse...

Ei Shirley
Impressiona-me o talento com as palavras, a inspiração sai assim num click.
Obrigada pela visita e comentário deixado no bloguito.
Beijo

tesco disse...


Em silêncio a madrugada
Deixa passar a selvagem
Criatura,
Obscura,
Porém pura.
Traz na face a visagem
De uma contínua procura
De brandura,
De ventura,
E aventura.
Quem é essa viandante
De inusitada figura?
Que mistura
Amargura
Com frescura?
Não sei se é uma fada,
Ou uma elfa galante
Tem quentura,
Tem brancura,
E estatura.
Creio que é o mistério
Enfeitado com doçura
Tem candura,
Tem bravura
E compostura.
* * *
Beijos.

Jorge disse...

Olá, Shirley!
Aqui a poesia é o pão nosso de cada dia, uma partilha, uma forma de intervenção.
Gostei! Isto é poesia. E é lindo!
O meu abraço,
Jorge

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Shirleylindamiga

Já to tinha dito, mas repito com o maior prazer: toda tu és poesia. Não resisto, transcrevo-te

Como ave que emerge e voa
minha coragem alcança a rua
e ateando fogo no silêncio
espreita a madrugada
que desfila negra e nua.


Tudo é sentido, sensual, admirável. Tu não sabes escrever mal - é ponto assente, felizmente. Adoro os teus poemas. Pronto. Ponto

Na Travessa há coisas sobre uma viagem à China

Qjs

Tais Luso disse...

MARAVILHOSO!!!
AMIGA, A POESIA FAZ PARTE DE TI, ESTÁ NO TEU DNA!

BEIJOS, E ADMIRAÇÃO.

O Árabe disse...

Bravura, sim, Shirley; de defender a mais pura poesia. Belo post, boa semana!

Sissym Mascarenhas disse...



Shirley,

muitas vezes eu me senti assim quando precisei me reerguer, vencendo os obstaculos.

bjs

Graça Pires disse...

Voar. Atear fogo ao silêncio.
Esperar a madrugada para ser feliz... Gostei muito.
Beijo.

Emília Pinto disse...

É preciso bravura para enfrentar a noite, para zombar dos " causticos e cínicos, para alcançar a rua de cabeça erguida sem medo se sermos vericais. É preciso coragem para viver todos os amores e desamores que aparecem na vida sem perdermos a nossa essência. Muito lindo, amiga. Obrigada pela partilha e parabéns.
Emília

José Carlos Sant Anna disse...

Que voo, Shirley! Singras estrelas em busca da tua verdade com atrevimento e coragem. E somos que ganhamos com dicção tão soberba. Gostei muito do poema.
Abraços,

Arione Torres disse...

Oi Shirley, que poema lindo, adorei!
Tenha uma ótima semana, beijos!!

Élys disse...

Retornando de férias encontro aqui, como sempre, um belo poema.
Beijos, Élys.

Élys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Alice Cerqueira disse...

Boa noite Sherly!
A escuridão da noite nos causa arrepios, mas a nossa luz interior vence qualquer desafio. uma linda semana semana!
abraço amigo
Maria Alice

Lilá(s) disse...

Mais um poema de excelência! lindo!
Bjs

AC Rangel disse...

Verdade! Verdade nua e pura. É o que tua poesia mostra, inspira. Deliciosa tua poesia e teu espaço.

Isa Martins disse...

Admiro os que escrevem poemas assim, inspiração à flor da pele, muito bom!
Beijos e ótimo dia Shirley!

Nádia Santos disse...

Shirley, vc arrasou... lindo, lindo, lindo! Bjusss

Nádia Santos disse...

Shirley, vc arrasou... lindo, lindo, lindo! Bjusss

silvioafonso disse...

.


Shirley, sua poesia é linda.
Amanhã, primeiro do mês,
talvez eu ponha uma gota
de água pura nos seus olhos
ou seria pretensão da minha
parte?

Confira no meu blog.

Ah muito estou seguindo o
seu blog.

Beijos.






.

Malu Silva disse...

Há que se ter uma coragem assim, desmedida, para suportar as asperezas dos dias, minha amiga!!
Um forte poema, sem perder a delicadeza.
Um abraço

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Shirleylindamiga

Volto cá. Mas, hoje não comento, só informo: já tenho quem me produza o livro de crónicas, é a Chiado Editora E no Brasil será vendido pela Saraiva

Qjs

Evandro L. Mezadri disse...

Ótima poesia, Shirley!
Uma obra robusta em imagens e sentimentos!
Grande abraço, sucesso e um ótimo final de semana!

✿ chica disse...

Vim correndo ler tua linda bravura!!!

beijos ainda praianos, mas infelizmente quase acabando,rs chica

O Sibarita disse...

Ei sua menina! kkk

Meu nome é madrugada, viu? kkkkkkk

Desejo puro, entrelace de gozos! kkkkk

O Sibarita

Ateliê Tribo de Judá disse...

Nua e crua , bela poesia.
beijos
Joelma

Sandra Cristina de Carvalho disse...

Um lindo poema de uma mulher que possui a coragem de ser o que o que é, sem perder sua essência de pura delicadeza.
Obrigada pela visita ao meu blog.
Tenha uma semana de grandes bênçãos.