CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

3 de maio de 2014

HORAS E HORAS


Quisera ser mágica
para criar palavras
ser deusa
para conceber estrelas...
Preciso escrever um poema
insólito
sem dores
sem lamentações
pois que cada um
cuide de sua carcaça
e de sua solidão.
Um poema
que não seja intimista
que não desnude minha alma.
Um poema que ignore
 as horas pendentes na vidraça
 e a chatice do silêncio
que nada tem a dizer
só fica espia embaça...

Shirley Brunelli Crestana

( Não se esqueçam, se a página de comentários não abrir, minimizem o blog e ela aparece...)

52 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

LINDO!!! Sempre assim!!! beijos,tudo de bom,chica

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Que maravilha de poema. Adorei.


Um excelente fim de semana para ti

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt

Jorge disse...

Por vezes, é bom desfrutarmos a solidão que se nos depara através das janelas envidraçadas. A nossa mente vagueia, surge a inspiração trazida pelo pelo silêncio e então fazemos das palavras estrêlas.
Um abraço,
Jorge

José Carlos Sant Anna disse...

Mas és mágica e deusa, pois as palavras nas tuas mãos desembaçam silêncios, respiram, trazem mais energia. As palavras nas tuas mãos nos acordam para a vida. Um belo poema, minha querida feiticeira!
Beijos,

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Shirley..não é facil escrever um poema mais destrado sem o peso que nossas almas carregam.. mas quando o conseguimos eles valem muito a pena ao custo das horas que forem.. bjs e ótimo dia

Dorli disse...

Oi Shirley

Poemas tristes entristecem nossa alma, mas como nem toda gente é feliz, os poetas têm que escrever também para os infelizes,
Beijinhos
Lua Singular

Laura Santos disse...

Não sei se será fácil escrever um poema que se alheie do tempo e das circunstâncias da alma.
Este para mim está muito belo, e somos sempre deusas...:-)
xx

Rita Sperchi disse...

VC é uma bela poetiza
que escreve com a alma, o que deixa
o triste até muito belo

Bom final de semana
Bjusss

** Rita **

SOL da Esteva disse...

Vislumbre de um ligeiro desalento. Sabemos dos desejos de dizer apenas o que deixa alegria e repele solidão.
Sabemos que o que escrevemos é o desvendar o que vai dentro de nós. Os demais não sabem! Pois que tirem as suas ilacções. Cada um tem e vê por si mesmo.
Gostei do teu Poema, Shirley.


Beijos


SOL

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Olá
Você faz poesias lindas com a combinação das palavras.Isso é um dom maravilhoso.
Beijos

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Suas palavra são de uma grande magia,que nos encanta.
Lindo amiga Shirley.
bjs-Carmen Lúcia.

JAIRCLOPES disse...

Opção

Quisera ter o dom de criar palavras
Talvez neólogo de imenso talento
Livrar-me dos preconceitos e travas
E conceber estrelas no firmamento.

E sem lamentações e mesmo dores
Pensar o mais épico loquaz poema
Que ignorasse o revés dos amores
E que felicidade seja um óbvio tema.

Sem esquecer de espantar a solidão
A qual nesta terra ninguém merece
Viver natureza em íntima comunhão
Como só bem no mundo houvesse.

Assim viver entre outros como irmão
Agradecer para sempre essa messe.

Bandys disse...

Boa noite Shirley,

Muitas vezes quando escrevemos poemas tristes a saudade chega, a tristeza vem e o silencio se aconchega nas nossas palavras.

mas tudo passa, e logo estará escrevendo poemas festivos.

Beijos

Guaraciaba Perides disse...

Impossível fazer poesia sem colocar nela nossa alma, nossas alegrias, tristezas e anseios...mesmo a mais objetiva deixa o recado da palavra atrás da palavra no subjacente...
não é?
Um abraço e muita luz de encantamento.

Ingrid disse...

tua poesia alcança mais que tudo em todo sentir..
sempre..
beijos querida.

Tais Luso disse...

Acho lindo tristeza e solidão... mas só nas mãos dos poetas! Transformam-se, encantam.

Grande abraço!

Teca M. Jorge disse...

Preciosos versos...

Bom domingo!
Beijo.

Carlos Hamilton disse...

Oi Shirley, como sempre excepcional.
Sou seu fã.

Abraços

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Poema muito bonito. Gostei muito de ler.
...
Sendo hoje dia da Mãe deixo a palavra amizade, a fim de que seja um dia MUITO FELIZ, de amor, fraternidade, carinho, onde se possa olhar nos olhos e dizer: AMO-TE QUERIDA MÃE.
...............................
Querendo, visitem
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Nal Pontes disse...

Que lindo e doce poema. Um encanto. Desejo a vc um dia maravilhoso. bjsss

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

...e a poesia se fez!
Um beijo.

Smareis disse...

Shirley muito bonito, uma preciosidade seu poema. Os poeta tem essa magia nas escritas que enfeita cada versos mesmo sendo de tristeza.
Beijos e ótimo domingo.

SANTA CRUZ disse...

Shirley: Podes escrever tudo e mais um lindo poema como este Feliz dia da Mãe.
Beijos
Santa Cruz

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Vc é mágica! Belissimo!Adorei. Bjos e muita inspiração sempre! Obrigada amiga por esse momento. Feliz semana!

Arione Torres disse...

Oi Shirley, que poema lindo! Adorei!
Tenha uma ótima semana, beijos!!

heretico disse...

poema intimista - muito belo.

beijo

O Sibarita disse...

Que se cumpra a sua vontade, que venha logo essa inspiração, esse poema desejado, né dona moça? kkkk

Porreta!

O Sibarita

Antonio Reis disse...

E se já é poeta com a magia de encantar palavras e torna-las poema, nada mais lhe falta Shirley.
Linda construção com sua magia.
Linda semana com paz e inspiração.
Carinhoso abraço amiga.
Beijim de paz e luz.

manuela barroso disse...

E nem sempre é fácil Shirley! Em cada palavra que queremos "solta" um fio invisível nos aprisiona ao eu poético, embora nos distanciemos
Uma fabulosa poesia!
Beijinho e obrigada pelo Dia das mães!

Maria Emilia Moreira disse...

Shriley!
Os seus poemas são sempre um jorro de águas límpidas e cristalinas que nos deliciam. Qualquer que seja o tema a inspiração e a concretização na sua poesia resulta em pleno.
Abraços

Fábio Murilo disse...

Acabou de escrever. Mas acho que será o único.

Emília Pinto disse...

Não somos mágicos...não somos deuses, somos simplesmente humanos e como tal, seres muito imperfeitos que reclamam de tudo e não agradecem nada. Mesmo na nossa imperfeição seríamos capazes de escrever, pelo menos um versinho a cada dia que passa; é que a vida que de tudo nos dá, também encanta e nesse encanto saíria um poema se estivessemos mais dispostos a valorizar o que temos e o que somos e a deixarmo-nos espantar pelas pequeninas e belas coisas do dia a dia. Também, amiga, é muito difícil que um poema não " desnude a nossa alma, pois todas as emoções emanam dela, por muito que tentemos " afundá-las ". Parabéns pelo poema que refleta uma alma inquieta, como costumam ser todas as almas; sempre inquietas, preocupadas, atentas. E o que nos rodeia inquieta. Beijinhos e uma bela semana
Emília

O Árabe disse...

Talvez, Shirley, não sejas mágica para criar palavras. Mas decerto as sabes utilizar, para compor belos poemas! Muito bonito, amiga; boa semana.

Carla Ceres disse...

Gostei, Shirley. Seu poema é meio aparentado de um dos meus inéditos de desamor que começa assim:

Bem quis fazer um poema
Sem durezas monetárias
Nem bancárias conferências,
Pois é inverno e ardo em febre...


Nunca publiquei porque a patrulha da literalidade ficaria em polvorosa. :) Beijos!

Eduardo Maria Nunes disse...

Quisera ser mágica,
A bela poetisa
Senhora simpática
Adoro a sua escrita.

Não sejam loucos...
Cada um cuide de sua caraça
A deusa cuida de todos
Para evitar a desgraça!

Tenha uma boa noite amiga Shirley, um beijo.
Eduardo.

Claudio Chamun disse...

Mas já és mágica com as palavras poéticas.
Bj e boa semana.

Elisabete disse...

Mais um poema que apreciei ler.
Bjs

tesco disse...

Raras vezes um poeta
visa ser o que já é,
quer escrever um poema
que não tem cabeça ou pé.
Não sendo tão intimista,
o que vê escrito acalma,
mas o que são os poemas
se lhe faltarem a alma?

BEIJOS.

Zilani Célia disse...

OI SHIRLEY!
O QUE ISENTARIA O POETA DO PESO OU DA TRISTEZA DO QUE ESCREVE, MAS, NÃO SERIA ENTÃO, UM POEMA SAÍDO DE SUA ALMA...
LINDO E INSTIGANTE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Dorli disse...

Oi Shirley,

Você é tão engraçada que até respondi no meu blog o seu comentário e, olha que não gosto de responder no meu blog.
Vá lá dar uma espiadela.kkk
Beijos
Lua Singular

Patrícia Pinna disse...

Bom dia,querida. Escrever sobre dores e tristezas faz parte do poeta, não creio que ele deva escrever o que aparentemente é belo, pois há beleza na tristeza refletida em aprendizado e autoconhecimento.
Muito acreditam que tudo é pura alegria, e não se trata de escrever para os infelizes, almas são profundas e vivenciam os dois lados, não creio que uma pessoa viva um lado só.
Quanto a magia das palavras, você as têm em seu poetizar seja em que estado de espírito for!
Beijos na alma e linda quarte-feira de paz!

PAULO TAMBURRO. disse...

SHIRLEY,

não se faça em mais nada!

Assim como está,creia fica tão bom que se você quiser melhorar vai estragar!

Em futebol a gente diz que em time que está ganhando não se mexe e você é uma vencedora.

Um abração carioca.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Também há poemas assim ;)

beijo amigo

Dorli disse...

Oi poetisa Shirley,
Hoje fiquei P. da vida, pois respondi dois comentários e a internet foi dormir e só acordou às 16h. Pode?
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Lilá(s) disse...

Quisera eu escrever um poema assim! Maravilhosamente lindo!
Bjs

Lourdinha Vilela disse...

Oi Shirley,
Os poemas nascem da alma e por mais que os poeta fuja de si mesmo, acaba tropeçando nas pedras e ou nas flores por onde passou ou irá passar.
Maravilhoso poema.
bjs.
´

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Podemos escribir verdadera magia, gozar de bellos sentimientos, alzar el alma al cielo aunque haya un dolor en el cuerpo o en el alma, pero nunca dejaremos de escribir magia en nuestras palabras, salen de dentro.
Un gran abrazo
Sor.Cecilia

Dorli disse...

Oi Shirley,
Passando para lhe desejar uma boa tarde.
Amanhã eu vou colocar a minha postagem para o dia das mães.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Passando para desejar um ótimo final de semana.Quando fizer,me conte se gostou dos pudins.
Beijos

Evanir disse...

È por sentir saudades que estou aqui para desejar
um abençoado e feliz final de semana.
Que DEUS te abençoe a cada
dia com sua infinita graça e Misericórdia.
Que o Dia das mães seja pleno de felicidade
junto da sua família.
Beijos no coração e meu carinho.
PS.Recadinho na postagem..
Evanir.

Vera Lúcia disse...


rsrsrs...
Por que você sempre consegue me fazer rir com alguns de seus poemas? O tom de humor que você empresta ao conteúdo é fantástico. Pois você conseguiu fazer um poema insólito. Adorei.

Beijão, querideza.

Um Dia das Mães pleno de luz e alegrias.

Jorge Sader Filho disse...

"Um poema que não desnude minha alma..."e é muito comum nos depararmos com este fato, o poeta tem que se rasgar para dizer o que sente!

Beijo, Shirley.
Jorge