CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

23 de novembro de 2013

LUZ APAGADA


Incógnita parada à porta
horas escuras  você não veio
véus abstratos ocultam a lua tatuada no céu...
A contraditória vida
efêmera e sem disfarces
hoje esqueceu o enredo
perdeu a graça.
Em meio ao cúmulo de estrelas
em pálidas convicções
vagueia a imaginação conflitante
 e sem a sua presença
desconsolada e triste
me afogo no fundo desse instante...


Shirley Brunelli Crestana

32 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Triste e escura inspiração! poesia.Linda poesia! beijos,chica

Ingrid disse...

Espera infinita que nos consome..
Beijos e um lindo sábado..

Anônimo disse...

Sou do blog FOLHAS DE OUTONO .
Bom dia minha querida !
Muito amada vc vai continuar sendo,mesmo eu afastada deste universo virtual,sempre que der passarei por aqui para ler e reler teus escritos do qual sou uma admiradora,para meu crescimento literário...

P.s.Aproveito para deixar uma nota.A identidade da minha conexão,tem uma CRIPTOGRAFIA DE 128 BITS.No entanto ,esta página da qual estou a comentar,incluí outros recursos que não são seguros.Esses recursos podem ser visualizados por outros enquanto navegam e podem ser modificados por um invasor para alterar à aparência da página.
A conexão usa a TLS 1.2
A conexão foi criptografada e autenticada utilizando;
AES_128_GCM e usa ECDHE_RSA como o mecanismo de troca de chave.
Por isso deixo dito que a identidade deste site do qual uso foi confirmada por ;
VERISIGN CLASS 3 SECURE SERVER CA-G3.
Desculpem o transtorno em ter que deixar essa nota em cada comentário que faço nos blogs dos amigos.Motivo por comentar em anônimo,mais sou do BLOG FOLHAS DE OUTONO.
Só poderei voltar a navegar quando o problema for solucionado.Que deve levar um tempo.Problema esse que está em outras redes do qual deixo como exemplo:blogs-facebook-skype-e-mails e outros mais...

José Carlos Sant Anna disse...

Acho que vou socorrer este eu lírico oferecendo um ombro amigo para teu consolo (rs). Há sempre um lirismo transbordando dos seus poemas, Shirley.
beijos,

JAIRCLOPES disse...

Limerique

No escuro do silêncio, decepção
Grudado na lua olhar de coerção
Mas tudo parece vazio
Úmido, dolorido, frio
E um nó no íntimo do coração.

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Shirley.
Mesmo no escuro as suas poesias ilumina um coração rsrs.
Um lindo sábado.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

Quem esperamos, nem sempre chega...
Magnífico poema, gostei muito das tuas palavras.
Shirley, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

manuela barroso disse...


Porque é na discrição e surpresa dos atos que tantas coisas nos fazem sorrir neste jogo de viver, sem isso tudo fica sério demais!
Valha.nos a imaginação, que às vezes tão bem sabe atraiçoar...
Importa é existam estes "senãos" para ter poesias maravilhosas como esta Shirley
Beji grande

Guaraciaba Perides disse...

Tão solitária quanto a lua, uma alma apaixonada espera a razão de
sua alegria.
Um abraço

Maria Rodrigues disse...

A nostálgia e tristeza de quem se sente só.
Beijinhos
Maria

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Bom dia!
Estrelas,luzes e a imaginação reacendendo a esperança.
Bjs

JP disse...

Deixemos a imaginação guiar-nos...


Beijinho

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Que importa a espera, se amor faz brotar tão bela poesia...
Beijos!

Cidinha disse...

Olá, Shirley. adorei ler!! Tantas verdades nessa espera. Triste, más muitos já passaram por esse momento trasformado em poesia. Obrigada amiga por ser assim: tão especial! Bjosssssssss e um domingo de paz.

Ane disse...

Oi Shirley!Puxa,esperar por alguém que não vêm é triste mesmo...Mas quem sabe ela possa encontrar uma luz em si mesma?Beijos!

Nádia Santos disse...

Sei bem com são esse momentos... Lindo poema Shirley, bjus

Vera Lúcia disse...


Olá querideza,

Desta vez a nostalgia foi acolhida por seus versos, que não tiveram 'aquele' final que faz sorrir, mas que tocam o coração pela intensidade das palavras.

Lindo, amiga!

Beijosssssss.

Laura Santos disse...

Peço mil desculpas, mas acho que me fui esquecendo, sem querer de você, por estupidez de não tê-la adicionado para receber seus poemas maravilhosos.
Quanto ao poema, como é incrível que até uma presença "desconsolada e triste" pode ter sido tão importante para nós.
xx

Carla Ceres disse...

Gostei da lua tatuada no céu, Shirley. Beijos!

O Árabe disse...

Nada apaga tanto as nossas luzes como a desesperança. Triste... e lindo! Boa semana, amiga.

Élys disse...

Amanhã será um novo dia...A chama da esperança deve estar sempre acesa.
Tenha uma bela semana.
Beijos.
Élys.


AC disse...

Um sentir, um apelo, um lamento...
Belas e suaves palavras, Shirley!

Beijo :)

heretico disse...

poema de uma vibração dolente - como uma celebração da dor da ausência...

beijos

ONG ALERTA disse...

Forte emoção...
Beijo Lisette.

*Escritora de Artes* disse...

A espera é longa, mas nunca devemos
deixar as luzes se apagar dentro de nós lindo lindo!!!!

Bjoss

Vanessa!!

Anderson Lopes disse...

Melancólico e muito bonito, Shirley!
Um abraço!

Claudio Chamun disse...

:)

Lourdinha Vilela disse...

No tempo da espera de alguém que se encontra apaixonado um instante pode equivaler à horas de extrema solidão, assim só contando as estrelas que se multiplicam em sonhos que com certeza voltaremos a sonhar.
Lindo poema

Dorli disse...

Oi Shirley
A alegria e a tristezas moram juntas dentro de nós. Que deixemos aflorar a alegria para que o céu resplandeça na sua beleza natural.
Beijos
Lua Singular

jrd disse...

A insustentável beleza da tristeza.
Abraço

tesco disse...

É isso mesmo, Shirley, se "alguém" não aparece o céu perde a cor, as estrelas se apagam, a Lua some e até começa a chover.
Às vezes, nem a bebida consola.
Chorar não resolve.
Dormir? O sono não vem.
Ah, que mundo triste!
Beijos.

Zizi Santos disse...

Oi Edite
a poesia pode ser triste, mas é muito linda.
Fala conosco.
bj zizi