CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

29 de setembro de 2013

MEDO BOBO


Quando penso que tudo acabou
você vem
e sem imaginar o teor do ciúme
que comumente me assalta
diz que me ama
me abraça com saudade
afugenta minha insegurança
e eu que já não sou criança
fico atônita
exultante
e seja lá como for
quase morro de tanto amor!


Shirley Brunelli Crestana

42 COMENTE AQUI:

Dorli disse...

Bom dia Shirley,
Quando amamos verdadeiramente, nosso coração fica sempre desconfiado, mas o amor chega e nos abraça forte, dois corações batem em um só.
É uma constante vida insegura.
Um beijo
Lua Singular

O tempo das maçãs disse...

Não gosto muito de sentir ou ser alvo de ciúmes, mas aqui no seu belo poema, Shirley, ele funcionou como um ingrediente a mais da paixão e assim eu gosto... rs

Beijinho, querida e bom domingo.

JAIRCLOPES disse...

Limerique


Se amor é sentimento latente
E revela-se assim de repente
Afasta insegurança
Achega esperança
Desperta aquele fogo ardente.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Shirley. todo o medo é bobo ainda mais se tratando de algo tão puro como é o amor.. mas aquele pé atrás sempre impera né bjs lindo dia

Guaraciaba Perides disse...

" E o amor amanheceu em paz"...tem que ser assim, a sensação de um amor compensador.

Um abraço

MANUEL GOMES disse...

Shirley: O amor amanhece sempre em Paz logo que nós desejemos assim a sensação de um amor profundo é sempre muito compensador.
Beijos
Santa Cruz

Observador disse...

Amar é viver, Shirley.

Beijo

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Linda tarde!! Esse medo bobo é tão real. Essa incerteza é algo sempre presente! Más o amor fala mais alto. Amei!! Bjos, flores e muitos aplausos para vc. Uma ótima semana! Obrigada sempre.

Nilson Barcelli disse...

O amor, mesmo a morrer, tem a capacidade de renascer num minuto.
Mais um excelente poema, minha querida amiga.
Shirley, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Nádia Santos disse...

kkkk... é assim mesmo amiga. Mas na verdade quem ama deve confiar, não dá abertura para o ciúme, a desconfiança. Bjus

teca disse...

Precioso sentimento que assalta naturalmente cada um de nós...
Beijos.

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA TARDE MINHA FLOR DE SETEMBRO !
SENTINDO NAS PALAVRAS QUE O AMOR SEMPRE NOS DEIXA UM GOSTINHO DE QUE É GOSTOSO MAS É SOFRIDO ...
BJS

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Hoje passando para dizer que estou a ser entrevistada no RECANTO DOS AUTORES, será um prazer a tua visita. Deixo o Link:

http://recantodosautores.blogspot.pt/

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Jossara Bes disse...

Quase morrer de amor,...é bom demais!
Linda poesia!
Beijos!

TEMAS LIVRES disse...

Linda e romântica poesia...

Claudio Chamun disse...

Que bonito.
Curtinha e lindinha.

Carla Ceres disse...

Oi, Shirley! Tão bom ganhar um carinho quando a gente pensa que tudo está indo pro espaço, né? Beijos!

O Árabe disse...

Aparente paradoxo, não, Shirley? Mas é assim mesmo; quem ama, sabe! :) Belo texto, boa semana.

José Carlos Sant Anna disse...

É tão bom sentir o corpo renascer em tais instantes ou vê-lo renascendo sempre ainda seria melhor, não é verdade? Um belo poema, Shirley!
Beijos,

Vera Lúcia disse...


Olá querideza,

E é assim mesmo que acontece. Quando amamos preferimos acreditar nas doces palavras que ouvimos. Pelo menos elas nos devolvem momentaneamente a segurança. O importante é ser feliz, não é? E às vezes o ciúme é mesmo bobo e sem sentido.

Beijosssssssss.

:.tossan© disse...

Minha amiga poetisa da linda Piracicaba O teu texto é poesia pura. Beijo

Dorli disse...

Oi Shirley,
Passando para agradecer seu comentário no meu blog.
Você é uma maravilhosa poetisa.
Beijos
Lua Singular

Rita disse...

Que bom a gente ver um amor assim
pensa que acabou e ele chega e fica juntos bom demais bjuss minha linda poetiza, um carinho pra vc


└──●► ¸.·*Rita!!

Benno disse...

melhor ser
do que ter
o ciúme é o ter do amor
e o beijo e a conjunção dos corpos
o seu ser
por isso prefiro um beijo
a uma cena de ciúmes
Como prova de amor

✿ chica disse...

Um amor lindo!! Adorei! Li teu comentário e acertaste o final: eia, mas o início erraste. Vou virar BALEIA,rs...bjs praianos,chica

Malu Silva disse...

Quando a gente ama basta um simples abraço para tudo se tornar intenso. Como é bom!!
Beijinhos, minha querida!!!

Evandro L. Mezadri disse...

Linda poesia, o amor sempre é uma ótima inspiração, principalmente com a sua qualidade nas palavras.
Grande abraço e sucesso!

Lucia disse...

Cada poema mais lindo do que o outro, Shirley!!!
"Quando penso que tudo acabou
você vem
e sem imaginar o teor do ciúme
que comumente me assalta
diz que me ama."

Amei!!! Acredito no amor da volta, do reencontro, da entrega...
Bjs e uma linda semana pra vc!
Obrigada pela visita!

O Sibarita disse...

Ô é, é? kkkkk O amor é isso e mais aquilo do tanto e tanto nos entretantos da surpresa,repare... kkkkkkkkkkkk

Ei, entrega total não foi não? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

O Sibarita

Bruxa disse...

Verdade...
Acho que todos já passamos por essa situação... a insegurança se dissolvendo num abraço, num beijo...

Belo poema.

Abração e lindo dia.

Sissym Mascarenhas disse...

Como é fácil reacender a chama ardente da paixão! Assim como apagá-la tambem! Talvez seja o motivo da sensação boba.

Bjs

Elisa T. Campos disse...

Quem já não sentiu insegurança no amor?
Lindo poema Shirley.

Dias de luz
bjs.

mARa disse...

Melhor assim, no retorno morrer de amor, do que sem retorno morrer de amor...

Espaço terno e meigo, pura delicadeza, isso é Você!

abço!

heretico disse...

pura entrega - delicia!

beijo

Anderson Lopes disse...

O medo que impede de ir além. Para quê?? Vai!

Lourdinha Vilela disse...

Este sentimento que flagela o coração,e ao mesmo tempo aquece a paixão.
muito Bonito

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha querida !
O encantamento do poema vira uma preciosidade e me deixa sempre fascinada ao te ler...bjs
Deixo um convite bem especial para participar de um momento mais que especial !
Só visitando o link saberás do que falo...
http://severaescritora.blogspot.com.br/2013/10/canteiros-da-vida-encontro-da-chica-com.html#links

Vera Lúcia disse...



Obrigada, querida, pela carinhosa visita.

Beijo.

Diamantina Martins disse...

Olá Shirley!
O amor é tão recompensador...
E você descreveu de uma forma tão linda que nos encanta e fascina
Beijinhos

Sotnas disse...

Olá Shirley, e que tudo esteja bem!

Quando o ciúme insiste em habitar em um canto de nós, cabe a nós despejá-lo, deixando-se tomar pela confiança, e por este nobre e salvador sentir que chamamos de amor, e assim curamos nossa dor!

Obrigado por compartilhar belo pensamento e lindas imagens também cá neste teu encantador canto, e também pelas gentis visitas e amizade sempre expressa em teus gentis comentários.
E assim eu grato desejo que teu viver seja sempre de felicidade intensa, um grande abraço e, até mais!

Marco Rocca disse...

Lindo por demais este poema, adorei!

ONG ALERTA disse...

Tudo tem um tempo....
Beijo Lisette.