CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

2 de junho de 2013

INQUIETAÇÃO



Dispo a máscara
e  posto-me à margem de mim mesma
como se espiasse o fundo de um poço.
Bom seria
apagar as fraquezas dessa trajetória
afastar os medos
gargalhar ante a dor 
para depois
morrer em segredo
a tudo alheia
e como último desejo
queimar a página envelhecida
onde guardo esta poesia feia...

Shirley Brunelli Crestana

34 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

Linda tua inquietação! Bem expresso o sentimento!beijos,de volta, chica

Nel Santos disse...

Mesmo que não dê para apagar as coisas ruins, o teu poema escrito é belo. Muito belo em tua inquietação.

Beijos, Shirley

Nel

Nádia Santos disse...

Não é feia amiga é o sentimento que brota de dentro de ti, espontâneo... deixa-os fluir. As vezes ficamos assim, absorta em nosso eu e fazendo descobertas e confirmando o que já temos certeza. Bjus

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Rovênia disse...

Sugestão:tire a palavra feia e o texto ficará perfeito!
Bom domingo!

AC disse...

Shirley,
Até a morte requer confrontação, desafio...

Beijo :)

Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Eu adoraria ter a capacidade de gargalhar ante a dor. Gostei desta imagem poética.
Não dá para apagar o que faz parte da poesia de nossa vida, ainda que os passos já dados não nos agradem no confronto com o nosso eu, mas podemos escrever nova poesia, com versos mais bonitos, mais ritmados e mais coloridos.

Lindo, Shirley.

Belo domingo e sem inquietações.

Ingrid disse...

a inquietação nos leva a reflexão..
e teus versos também..
beijos querida e um bom Domingo.

Denise disse...

Tirar as máscaras e ficar frente a frente conosco é um gesto de coragem. Essa poesia não é nada feia.
Shirley, obrigada pela visita. É bom fazer novos amigos. Muita paz!

Magda disse...

Oi Shirley querida!
Não podemos nos acomodar. A inquietação nos leva a reflexão e mudanças.
Belo poema!
Beijos e uma iluminada semana!

LUZ disse...

Feia? Sabe que não.

Que poder têm suas palavras, com máscara ou sem ela.

Beijos da Luz.

Afetos e Cumplicidades. Obrigada!

teca disse...

Qualquer verso que seja é bonito, porque vem de dentro...

Beijos.

Will disse...

Essa inquietação nos queima...

Mas quem disse que não é o fogo que que faz renascer os mais belos cristais?

O Árabe disse...

Concordo com quase tudo... menos que essa poesia é feia! :) Boa semana, Shirley.

Lourdinha Vilela disse...

Que poesia linda, parece música.
Aos menos a poesia pode aliviar.
Maravilhosa poesia.
Sou sua fã.
bjs

Carla Ceres disse...

Crime premeditado de lesa-poesia é inafiançável, Shirley, e, neste caso, teria o agravante da difamação estética. Volte pro bom caminho, criadora cruel! :) Beijos!

ONG ALERTA disse...

A vida é assim....
Beijo Lisette.

#*Marly Bastos*# disse...

É nessa hora de inquietação que vem reflexões que muda nossa maneira de ver a vida, as pessoas, o mundo e o próprio eu. Sua poesia se fez linda, independente das inquietudes.
bjkas doces e boa semana

Mateus Medina disse...

Discordo do "poesia feia", entretanto, no maravilho paradoxo das palavras, ser feia nessas linhas a tornou mais bonita...

bjos

JP disse...

Uma inquietação bonita...e os poemas nunca são feios :)


Beijinho

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Shirley .. as máscaras que todos carregamos ... quando elas caem a gente acorda pra vida.. as minhas começaram a cair depois que fiz o curso de reiki rsrs essas não me incomodam mais bjs lindo dia

Élys disse...

É bom nos olhar para nos conhecer melhor, mas também é bom ler tão bela poesia. Beijos.

Dete disse...

Poesia linda! É preciso ter coragem para se olhar no espelho. Bjs

Dete disse...

Como disse Carlos Drummond de Andrade em Vamos de Mãos Dadas “...O presente é tão grande, não nos afastemos. Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.”
Tão difícil viver o presente. Lindo poema, lindo blog. Já fiquei por aqui. Abraços.

manuela barroso disse...

E não queimes a página onde escreveste esta poesia linda!
Belo

Beijinho

Smareis disse...

Poema maravilhoso.

As palavras tem muito poder.Compartilho do mesmo pensamento da Manu, não queime a página onde escreveste essa poesia.

Depois de um tempinho ausente cá estou!
Beijos e ótima semana!

Vera Lúcia disse...


Oi querideza,

Vejo que a inquietação ainda está presente por aqui-rsrsrs.

Obrigada pela visita, amiga.

Beijos e beijos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Se for necessário
o fogo,
que se acenda
a chama...

A vida é feita
dos sonhos que nos habitam.

Só pra você disse...

Lindo heim? Parabéns! Você está muito linda na foto acima, toda de branco, linda poeta.

Bjs

Auxiliadora RS

Cidinha disse...

Olá, Shirley. A inquietação sempre nos leva a reflexção. Gosto de todas as suas formas de expressão. Lindo amiga! Gostei também da imagem. Bjos e ótimos dias! Obrigada por partilhar.

Nilson Barcelli disse...

Poesia feia...?
Nem penses, a tua poesia é bem bonita.
Ou antes, a tua poesia é magnífica, seja no conteúdo ou na forma.
Mas a inquietação é palpável nas tuas palavras.
Shirley, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

XicoAlmeida disse...

Obrigada por vir até aqui.
Uma pequenina aldeia, serrana, ainda postada no passado.
Guardamos lembranças e memórias.
Com muito amor e carinho, na lemrança dos antepassados.
Obrigada eum terno abraço.


Fê blue bird disse...

Podem ser tudo menos feias as suas palavras.
Quanto à inquietação partilho-a completamente.

beijinho e bom fim de semana

LC Limberti disse...

Lindo, lindo, lindo.

Arnaldo Leles disse...

a calhar