CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

27 de maio de 2013

DECADÊNCIA


Aguço a visão periférica
varro com o olhar a tua rua
peço ajuda aos poderes divinos
e ainda assim não te vejo.
Desconsolada e vazia
acomodo a tralha mental
nos ombros saturados de espera.
Sem rumo piso todas as loucuras
e lascas de ressentimento
agridem sem dó o meu reverso.
Ah!...Eu que amo tanto os animais
hoje perambulo feito cachorro sem dono
revirando o lixo do meu universo...


Shirley Brunelli Crestana

29 COMENTE AQUI:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Shirley. Muitas vezes nos perdemos dentro de nós mesmos tentando achar algo que faça um sentido.
Às vezes precisamos sentir o amor para não nos perdemos nessas ruas perigosas.
Quando o mesmo se esvai, é dor, é sangue, que um dia cessa.
Parabéns!
Beijos na alma e lindo dia!

Carla Ceres disse...

Conheço essas sensações melhor do que gostaria, Shirley. Lindo poema! Beijos!

Rovênia disse...

Faz parte "esse revirar", esse procurar a gente mesmo. E quem nunca sofreu por amor? O coração dói, mas a alma alimenta-se de poesia. Beijinhos e ótima semana!

© Piedade Araújo Sol disse...

o poema encerra um desalento, talvez momentâneo.

amanha é outro dia e o sol brilhará no seu coração.

muito obrigada.

boa semana.
beijo

Kellen Bittencourt disse...

oiii amiga, infelizmente todos nós temos um lixo escondido em algum lugar, faz parte da nossa evolução! Amiga vou viajar e me ausentar do blog um pouco, volto dia 10 de junho! Bjooss e ótima semana!

O Árabe disse...

Triste, Shirley. Porém intenso e belo! Boa semana.

Guaraciaba Perides disse...

Oi,Shirley...espero que seja trabalho poético e empatia com as dores de amor...mas quando se ama esse é um efeito colateral.
Um abraço

Vera Lúcia disse...


Oi amiga querida,

Este doeu aqui, pela força e intensidade das palavras.
Sem dúvida, desoladora a situação quando se chega ao extremo da loucura por um amor sem resposta.
Ainda bem que 'ombros saturados de espera' logo que se livram do fardo do sofrimento, pois anseiam pela leveza do amor que gratifica.

Beijão e ótima tarde.

Arnoldo Pimentel disse...

Momentos que existem em muitas horas.

Nilson Barcelli disse...

Por vezes, temos os nossos baixos.
Não há mal nenhum nisso, desde que seja por pouco tempo...
Magnífico poema, gostei muito.
Shirley, minha querida amiga, tem uma boa semana.
Beijos.

manuela barroso disse...

Para quê mais palavras se belo já é o universo destes versos?
Beijinho Shirley

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Buenos días mi querida Chirley, el desaliento nos impide ver la vida tal como es, con cosas bellas y otras no tanto, pero hay que buscar el norte y caminar hacia ese mundo que deseamos vivir.
Con ternura
Sor.Cecilia

Nádia Santos disse...

Existe momentos assim amiga. Parabéns, belos versos. Bjus

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Existe Sempre Um Lugar disse...

A motivação para prosseguir em todos os caminhos é necessária e de enorme importância, mas nem sempre conseguimos manter a força interior e exterior para manter a motivação.

ag

Alê Biet disse...

Shirley, agradeço a visita.
Volte sempre.
Amei seu blog.
Parabéns pelo livro.

Beijos!

Dete disse...

Que poesia mais linda! Queria ter sua alma de poeta pra poder escrever um comentario a altura do poema. Bjs

Marco Rocca disse...

Sua poesia é simplesmente PERFEITA! Aplausos poetisa, escreves divinamente bem... Marco Rocca.

Magia da Inês disse...

¸.•°❤❤⊱彡

L I N D Í S S I M O !

Boa semana!
Beijinhos.
¸.•°❤❤⊱彡

Tulipa Vermelha disse...

traduziste belamente a dor de um vazio amoroso. só quem sofreu sabe a dor da perda. amei! bjs

http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/

Parole disse...

"Desconsolada e vazia
acomodo a tralha mental
nos ombros saturados de espera."

Tão triste essa imagem, Shirley, mas creio que ninguém está livre de passar por algo parecido um dia...

Beijo.

Evandro L. Mezadri disse...

Que linda obra, Shirley! Muito bem escrita, profunda!
Grande abraço, sucesso e grato pela visita!

Maria Emilia Moreira disse...

Nesta vida , minha amiga, há momentos de tudo...
Dias sim...dias não...e temos que aprender a contornar as situações menos felizes. Gostei de te ler e apreciar a forma como nos transmites,poeticamente, estes estados de alma!!!
Beijos de Portugal.
M. Emília

Marcia Morais disse...

Amiga,tão forte e intenso,hoje fiquei a vagar pelos teus versos,um beijo minha querida !

Paulo Robson de Souza disse...

Poema belíssimo Shirley, final chocante!

Lis Fernandes disse...

Olá Shirley!
Intenso e lindo o seu poema.
Nesses momentos que o amor machuca, pensamos que seria melhor se este não existisse.
Beijos, bom feriado.
Lis

ricardo alves / são paulo,brasil disse...

bravo!!!

Evanir disse...

Muitas vezes quando perdemos a esperança e pensamos que é o fim,
Deus sorri lá de cima e diz:
Acalme-se confia em mim... é apenas uma curva não é o fim!
Se Deus encheu tua vida de obstáculos,
é porque ele acredita na tua capacidade de passar por cada um!
Se não podemos mover a terra com nossas palavras,
podemos mover o céu com as nossas orações!
Nossa amizade é como um diamante lapidado...
Seja feliz, DEUS estará sempre ao seu lado!
Um carinhoso abraço beijos no coração.
Carinhos na Alma.
Sempre sua amiga..Evanir..

Irmãos de luz disse...

numa frase se diz tanto:
"eu amo tanto os animais"
voltarei para ler as suas lindas palavras!
:)

Line Pérola ♫ disse...

Que poema sublime cara Shirley! Vejo que andas meio melancólica em seus versos, você está bem?
Dona poetiza, descreves poemicamente a maneira mais profunda do ser humano quando dar de frente com os seus obscuros internos, o que fazer quando o vazio interno é o que grita? Como preenche-lo? Acredito que seja fortalecendo a espiritualidade, cuidando mais de sim, para depois poder realmente dedicar-se ao demais, afinal só podemos dar o que temos. Fando parece fácil, mas na verdade é um processo penoso, mas necessário para uma evolução marcante, o que não pode é regredir enquanto o tempo prossegue, o que causará um dor maior e pouco geradora de oas transformações. Fica em paz! Bjos