CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

29 de abril de 2013

ALMOÇO SOLITÁRIO



O cheiro do café recém coado
esgueira-se pelas dobras da manhã
de leve um beijo você sai apressado
fica um vazio comprido e nítido
o pó sobre os móveis me acena
o tempo atropela as horas de sol
e passa corroendo minha espera.
Tempero pedaços de saudade
o olhar ansioso atravessa
um milhão de vezes o portão
foge de mim a santa paciência
meio-dia você telefona não vem
sozinha vou me dar mal
comida sem graça
totalmente sem sal...

Shirley Brunelli Crestana

37 COMENTE AQUI:

Irmãos de luz disse...

Olá querida irmã!
: ) que gosto ser o primeiro a comentar neste Post.
Desejo-lhe muita paz e muita luz na sua vida/alma.

✿ chica disse...

Lindo cenário de um cotidiano. Linda poesia e almoçar só é chato mesmo! Bom só pra fazer regime,rs beijos,chica

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Esa Rutina que aisla y quema.
Angustias y Nostalgias compañeras de mesa.
Precioso.
Abraços e beijos.

edumanes disse...

Boa tarde amiga
O cheiro do teu café recém coado
Me fez vir até aqui acredita
Valeu a pena o ter saboreado.

Tão gostoso ele estava
Para a próxima me farei convidado
Andando pela estrada
Sempre a passo aceleraddo
Para aqui chegar de mdrugada
Antes do teu café ter acabado

Boa segunda-feira e um beijo
para você amiga Sherley Brunelle Crestana.
Eduardo

Irmãos de luz disse...

..sou o seu amigo irmão!
: )

Kellen Bittencourt disse...

Boa tarde amiga, não sei por que o poema me reportou a minha Minas Gerais Bjooosss e boa semana!

Maria Helena disse...

O café coado me acionou um cheiro de infância. Fui arrebatada para as lembranças de um tempo no qual o cheirinho de café era um prenúncio de um novo dia! Adorei a sua postagem e a sua sutileza! Parabéns!

Guaraciaba Perides disse...

Bonito e ao mesmo tempo melancólico...
Um abraço

Evanir disse...

Imagine uma viagem em um carro chamado Vida,
uma estrada chamada Sonho,
com amores chamados Família e um amigo chamado Deus.
Então vire a esquina chamada Esperança
e quando chegar num lugar chamado Sucesso,
agradeça ao motorista chamado Jesus!
Quando chegar na casa chamada Prosperidade,
não se acanhe com os hóspedes cujos nomes são: Andei,
Lutei e Venci!
Como vencedora que sou com as graças do nosso
Pai vim hoje te deixar meu carinhoso abraço na
certeza de que todos os seus e lutas terão um final feliz
Beijos no coração e muitos afagos na alma.
Evanir...


Rovênia disse...

É assim mesmo. Quando a gente ama, quer ficar pertinho, dividir os momentos. Sozinho, nada parece ter graça! :) Beijos no coração!

Tunin disse...

O amor tem uma chama que nos faz desejar a presença em todos os instantes, mesmo sabendo da impossibilidade. E a companhia do amor num gostoso almoçar, tem coisa mais romântica?
Belíssimo o teu poema.
Abração.

Carla Ceres disse...

Cozinhar pra alguém e ter que comer sozinha é dose, Shirley. Pior só quando o alguém chega dizendo que queria comer fora. Aí, em vez de a situação virar um delicado poema, nós é que nos viramos pra criatura, com vontade de esganar. :) Beijos!

Jota Sena disse...

Olá Shirley!

Lendo sua poesia, lembrei de minha esposa e companheira...varios dias, tem somente a companhia da filha e do neto, pois a maioria dos dias estou á viajar.

Abraços e uma otima semana para você.

Raquel disse...

Oi Shirley.
É este cotidiano que quando aprimorado nos laços da afetividade ficarão na memória como uma felicidade construída com amor.
Um abraço fraterno.

Antônio Lídio Gomes disse...

Amiga Shirley, quero agradecer tua presença e dizer que cada minuto de uma vida a dois quando predomina amor é algo memorável.
Abraços.

O Árabe disse...

Espera... eis algo capaz de tirar o sal a qualquer comida! Belo texto, boa semana.

Vera Lúcia disse...


Olá querideza,

O cheiro do café chegou até aqui e até deu vontade de tomar um cafezinho fresco.
A espera é mesmo assim, conforme divertidamente retratada em seu texto poético. Perde-se mesmo a 'santa paciência' (rsrs).
Adorei a expressão: "Tempero pedaços de saudade". Chique demais! (rs).

Beijão.

Cleia disse...

Muito engraçado! Que imaginação! bjs

Cidinha disse...

Olá, Shirley. Adorei! Muito belo. Obrigada por partilhar! È um prazer estar aqui e recê-la no blog. Obrigada sempre! Está linda na foto. Bjos e boa semana!

Will disse...

Não há melhor tempero que a presença da pessoa amada. Esquenta todas as entranhas, acho que tem pimenta.

Um abraço, Shirley!

Rose Sousa disse...

Olá Shirley! Que poesia encantadora... Coisas do cotidiano transformado em lindos versos. Me posicionei ali no seu mosaico de amigos e me sentirei honrada se me presentear com sua presença lá no meu cantinho tbm. Sabe, estou participando do Concurso pena de ouro do blog Bicho do Mato e quase não tenho divulgado, gostaria de contar com seu voto, vale um voto por dia. Caso me julgue merecedora, é só clicar no lado direito da pág, em "Um soneto em Silêncio" e logo embaixo clicar em votar. http://blogdobichodomato.blogspot.com.br/2013/04/um-soneto-em-silencio.html
Desde já agradeço, te espero e deixo meus votos de linda semana pra ti!

manuela barroso disse...

...mas a poesia , essa Shirley, é tão bem temperada!
Como sempre querida amiga, Maravilhosa!
Beijinho grande

Ingrid disse...

um acontecimento versado primorosamente..
beijos querida!
bom feriado..

ONG ALERTA disse...

Maravilhosa poesia bom feriado beijo Lisette.

Evanir disse...

As pessoas mais bonitas que conhecemos são aquelas que conheceram a derrota,
o sofrimento, a luta, a perda;
e de ter encontrado seu caminho em direção à luz,
longe das coisas ruins. Essas pessoas têm uma paz,
uma sensibilidade e uma compreensão da vida que nos enche de compaixão,
gentileza e um profundo cuidado amoroso.
Pessoas bonitas não acontecem apenas,
de repente. Elas se constroem dia após dia.
Não me deixe parar nunca, e que sua esperanças se renovem a cada amanhecer.
Um ferido abençoado e feliz .
Li e levo no coração sua postagem
na esperança de ter deixado você feliz com minha mensagem nesse
feriado.
Beijos no coração afagos na sua alma.
Carinhosamente,Evanir.

Irmãos de luz disse...

Olá querida irmã.
: )
O que tenho aprendido com sessões espíritas desde menino é que se pode aprender muito com allan k, ramatís,chico,santa teresa, etc, etc,sem distinções de religiões.
E a parte melhor é irmã é quando a alma estiver num estado tal de luz que não mais necessita de corpo.
sem fome, sem frio, sem limitações...só alegria nos planos de luz!

Sotnas disse...

Olá Shirley, e que tudo esteja bem!

Como o cheiro do café invadindo as manhãs algumas outras coisas atravessam o tempo, ao passo que outras, bem, são atravessadas pelo tempo e não mais são iguais nestes tempos modernos!

Mas por cá neste teu agradável cantinho, o tempo conspira com teus belos e inspirados poemas, parabéns por compartilhar mais este!
E assim grato por sentir o cheiro do teu café, e por tuas visitas e amizade eu me vou e desejo que seja sempre tão intenso e feliz este teu viver, um grande abraço e até mais!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Tudo é vazio
quando nos falta
alguém...

Que sempre haja em ti,
tempo para cultivar a alegria.

Marcia Morais disse...

Sozinha é ruim não é amiga rs ? Um bom fim de semana pra você !

Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Brigadim pela visita.
Adoro vê-la por lá.

Beijão.

Fred Caju disse...

É um cheiro inicial bem convidativo para se envolver no poema.

Mayara Cruz disse...

Ahhh o cheirinho do café, é tão bom, nos traz inspirações e lembranças.

beijos

Só pra você disse...

Que maldade ele não aparecer. Rsrsrs, mas fazer o que, né?

Adorei!

Bjs

Auxiliadora RS

Leila Brasil disse...

Vim te ler com um café nas mãos . O sabor da tua poesia e do meu momento conversaram ligeiramente sobre o dia a dia . Gosto de vir aqui , beijos

manuela barroso disse...

E como um quotidiano pode transformar o insonso numa bela poesia! E tudo ficará com o tempero certo!
Sempre uma surpresa linda Shirley
Beijinho grande

Ivana Maria França de Negri disse...

Que lindo, Shirley! Comida sem sal, mas poesia com muito tempero!
bjos

Julio Aragão disse...

Que lindas palavras!! Ler seus poemas traz à mente a mesma sensação de ouvir uma boa música!