CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

24 de abril de 2012

REFLEXOS



Meço o tempo
e  as mãos do outono
salpicam com folhas douradas
o vazio de minha alma.
Carrego eterna carência
 pelas ruas definitivas
e fatigada
só me resta
descansar no passado
à sombra de vagas  lembranças...


Shirley Brunelli Crestana

18 COMENTE AQUI:

✿ chica disse...

E são tantas as lembranças...Linda poesia!beijos,chica

Carla Ceres disse...

Descansa, Shirley, aproveita o outono, minha estação favorita. Depois levanta, sacode as carências e dá a volta por cima. Beijos!

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

No me deja comentar
Sor.cecilia

ValeriaC disse...

Belamente melancólicos os seus versos, querida...nos fazem pensarrrr...
Beijinhos,
Valéria

Ingrid disse...

relembrar..
belo pensar linda Shirley..
beijos de carinho.

Kellen Bittencourt disse...

Olá Shirley, Por isso a importância de viver bons momentos, são eles que nos alimentarão no futuro! bjoos

Arnoldo Pimentel disse...

Lembranças que estão sempre vivas pelos cantos.Beijos

Marly Bastos disse...

Outono é amadurecimento, é mudança e essa amarelo é ouro puro para quem o recebe na alma. A sabedoria é um tesouro e a vivência uma dádiva.
Beijokas doces

Só pra você disse...

Olá amiga, que lindo esse poema.
Te acho uma mulher muito elegante...

Sinto saudades de tuas palavras, venha me visitar.


Auxiliadora

Só pra você disse...

Olá querida,

Postei seu poema REFLEXOS no outro blog IDEIAS COMPARTILHADAS como tema da semana, convido você a conhecer, todos poem participar e ao escolher eu tiro poemas de blogs conhecidos para homenagear e aproveito para divulgar colocando o endereço. Gosto demais dos teus poemas. Venha nos conhecer, abaixo segue o endereço:

www.ideiascompartilhadas.com.br/

Você e o poeta Marcos Alderico estão lá essa semana.

Beijos querida.

Auxiliadora

edumanes disse...

Medir o tempos ali deitada
Salpicam as folhas de outono
Na frescura da madrugada?

Nas suas mãos douradas
As folhas caídas do ar
São lindas delicadas
Que dá gosto nelas pegar!

Um beijo
Eduardo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Lindas palavras!

Vera Lúcia disse...

Olá Shirley,

Saudades deste espaço encantador e
mágico.

Descansar um pouco no passado é bom, principalmente quando nele há boas lembranças. Somente lá não podemos permanecer por muito tempo, eis que a vida sempre está a nos surpreender com belas e novas paisagens.

Beijos.

Cleia disse...

Lindo, lindo poema. bjs

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Hola, regreso a ver si hoy me deja comentar entero.
Me gustó su corto y bello poema, me agrada la expresión "Hojas de oro" que nos dejan caer en la tierra del desmayado otoño.
Gracias por sus letras.
con ternura
Sor. Cecilia

Cadinho RoCo disse...

Salte do passado para o presente, porque a vida está é no agora.
Cadinho RoCo

Nilson Barcelli disse...

No outono somos mais saudosos do passado...
Belíssimo poema, como sempre.
Shirley, querida amiga, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Cadinho RoCo disse...

Já de volta.
Cadinho RoCo