CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

30 de março de 2011

SENTINELA


Tédio
foi o que sobrou
do gosto amargo
de passar a noite
decifrando a lua.
Louca
essa mania
de entregar os gestos
vigiando o próprio jeito.
Às vezes doi
a lembrança do passado
provocando as horas
regendo as batidas cardíacas
lambendo o rubor das faces...
Ah!... Quisera possuir
a insensibilidade
e a mudez dos mortos.

Shirley Brunelli Crestana

27 de março de 2011

À SUA ESPERA


Não importa por quanto tempo
volta.
Volta
vem livrar-me de tua influência
limpar-me dos teus carinhos
ensinar-me a ser só.
Volta
podes trazer
teus defeitos
teus problemas
teus pecados.
Volta
ajuda-me de verdade
por um dia
um ano
ou uma eternidade!

Shirley Brunelli Crestana

22 de março de 2011

MOLDAGEM

Submissa sempre fui
ao ser
a cópia fiel das tuas vontades
o perfil das tuas exigências
a marca dos teus desejos...
Hoje sou sem solução
contorno inútil
escultura do medo
mergulhada no poço da vida...

Shirley Brunelli Crestana

17 de março de 2011

DECEPÇÃO

O som de tua maldade
varou-me a carne aflita
e um mar revolto
penetrou o meu medo.
A tarde que era linda
-havia sol-
murchou no meu plexo solar
que espetado
na ponta da tua intenção
incensou os venenos
até o anoitecer...

Shirley Brunelli Crestana

12 de março de 2011

IMPACIÊNCIA


Cuidadosa
manuseio as horas
trincadas de ausência.
Subjetiva
ignoro os sons
e jogo sombras
nas chamas do peito.
Ah! De que adianta
a certeza dos seus sentimentos
se nesse momento
não tenho voce?
Até quando suportarei
essa insegurança que se avoluma
essa verdade que se esconde
e esse amor que não se assume?

Shirley Brunelli Crestana

9 de março de 2011

ATITUDE

Vem cá e descobre
o motivo do meu silêncio.
Eu te esperei inteiro
e sem querer
feriste minha expectativa.
Lidar com minhas emoções
não consegues sequer...
Sou sensível e carente
sou acima de tudo
mulher!

Shirley Brunelli Crestana

5 de março de 2011

UMA LUZ NO HORIZONTE

Eu te vi subindo a rua
com os teus negros olhos
acendendo o fim da tarde.
Deixei meu silêncio
te seguir os passos lentos
e cheia de espanto
aspirei teu cheiro
e tua displicência.
Ainda pálida
morri um pouco
de dor e de ausência
tentando imprimir nas retinas
tua imagem
que se diluia na distância.

Shirley Brunelli Crestana

1 de março de 2011

INDIFERENÇA

Sem pudor
a noite desabotoa suas vestes
e eu espio estrelas
tatuadas em sua pele.
Os astros divertem-se
desvendando os meus segredos
enquanto piso a madrugada
bocejando minha preguiça.
Livre de quaisquer sentimentos
desenho nas calçadas
com traços brancos de sono
o perfil da solidão
que me acompanha.

Shirley Brunelli Crestana