CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

7 de julho de 2011

VINHO SECO


O vinho
percorre caminhos inusitados
enfraquece a prudência
e mãos deslizam
nas curvas dos desejos
entre ilusões de cetim
num sonho desalinhado
pela urgência do querer.
Barcos sem leme
apressados e sedentos
zarpam antes das palavras
e quase inesperadamente
navegam rumo ao oceano
numa explosão
de cores e de espumas...

Shirley Brunelli Crestana

29 COMENTE AQUI:

Carla Ceres disse...

Moça, você tem classe. Que poema elegante e sensual! Beijos!

silvioafonso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ingrid disse...

que lindo amiga!!!
sentiste em palavras o gosto do vinho..
amei!
beijos..

silvioafonso disse...

.


Enquanto você não vem, nada faz
sentido.
O vento que farfalha as folhas e
revolta os seus cabelos já não
traz o perfume das flores que de-
sabrocham no jardim novos amores.
Nada, enquanto você não vem, faz
qualquer sentido.

silvioafonso

edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
edumanes disse...

Entre o vinho e o amor,
Não sei se há comparação!
Se o vinho nos dá calor?
O amor nos dá a paixão.
Pelo mar numa embarcação
Contra as ondas navegar
Dois corpos perdidos na ilusão
Felizes, enquanto o amor durar.

✿ chica disse...

Vinho deu um sabor maravilhoso às tuas palavras! beijos,chica

Lena disse...

Shirley
Belíssimo poema. Penso que o vinho mutiplica por dez a paixão sentida entre duas pessoas. Além de ser uma delícia. Bjkas com carinho!

Nel Santos disse...

Oi, Shirlei!!!

Estou feliz em estar de volta!

Belo e embriagador o seu poema...Parabéns!!!

Beijinhos!!!

SOL da Esteva disse...

Shirlei

O vinho acompanha suave e docemente as rotas que induzem o Amor.
Uma rosa, dá-se, sente-se o momento mas não se insinua no mastigar do tempo e nas explosões de cores (diria) celestiais.
Magnífica descrição do Vinho para o Amor.

SOL da Esteva
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Carla Fernanda disse...

lINDO, LNDO, LINDO!!
PARBÉNS QUERIDA!
CARLA

Evanir disse...

Com enorme carinho
agradeço de coração por compartilhar
momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
Certamente vera essa mensagem em outros blogs
mais isso é tudo que posso fazer hoje.
E jamais vou deixar de agradecer a bondade
de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
Um beijo no coração,Evanir.

Poeta Insano disse...

Olá Shirley!

Com certeza, um bom vinho em uma boa companhia tem seu valor...
Muito bem escolhido o tema, e palavras tão bem digeridas e prazerosas quanto uma taça de vinho.

Um abraço!

cidinha disse...

Oi, Shirley! Belo poema! Delicado e sensual! Obrigada pelo carinho da sua visita! Bjs e bjs...

Vivian disse...

Bom dia,Shirley!!

Linda e intensa poesia!!
Com o toque especial de uma bela taça de vinho...
Beijos pra ti!

AC disse...

Já os antigos latinos, na época clássica, diziam que "in vino veritas"...
O seu poema degusta-se em profundidade. Parabéns!

Beijo :)

Will disse...

Vou lhe fazer uma confissão, mas não conte para ninguém!
Eis um dos meus pontos fracos, o vinho.
É eu beber e me tornar um patinho na lagoa, sou seduzido 'facim', 'facim', quando estou com as veias inundadas do tanino dessa bebida dos deuses. Acho que é quando me torno mais mortal do que já sou e se estiver acompanhado passo a querer transformar os lábios de quem me acompanha em taça.

Respeitoso abraço com carinho!

Carla Fernanda disse...

E hoje tô feliz!!
Boa tarde e feliz final de semanaaaa!!
Beijos,
Carla

N. Barcelli disse...

É o vinho das mãos que as fazem deslizar por curvas nunca dantes navegadas...
Belíssimo poema, gostei muito.
Querida amiga Shirley, tem um bom fim de semana.
Beijo.

ArcadoAutoConhecimento disse...

Olá Shirley. Que bom que me encontrou pois assim tive a oportunidade de ler tão lindos poemas aqui no seu espaço. Parabéns. Beijos.

José Faganello disse...

Sendo assim. o vinho seco, suave ou docê, incita-nos a deixar o recato e a partir para o prazer; daí "In vino Veritas" dos romanos. ou seja o vinho escancara nossos íntimos desejos!
José Faganello

silvioafonso disse...

.


No lado esquerdo do meu peito, digo, do
meu blog tem um coração, quero dizer, um
selo que eu fiz para os cinco melhores
amigos que rezam versos em minha alma.

Eu ficaria feliz se o aceitasse...

silvioafonso






.

Cida disse...

Amei!...;-)

Giu disse...

Saúde......para a alma e o espírito.Que os flavonóides sejam sempre um justo subterfugio para a embriagarmos os pudores e culpas desnecessários...Tim tim! Linda!!

Amanda disse...

Tchin, Tchin!!! Salut!!! Zum Wohl!!! Cheers!!! Saude!!!

Cleia Brunelli disse...

Tchin, Tchin!!! Salut!!! Zum Wohl!!! Cheers!!! Saude!!!Toca aqui Amanda!

Harlequin disse...

palavras muito bem escolhido: poesia e belas fotografias! Tenha um bom dia! Eu envio saudações de República Checa!

Marly Bastos disse...

O vinho embriaga a nossa vontade, e turbina o nosso desejo.
Descreveste de forma linda o ato de amor, do doar dos corpos.
Beijokas doces.

Lena disse...

Shirley
Que erotismo mais suave e nem por isso menos intenso. Uma das mais lindas poesias que já li. Te juro, me encantei! Parabéns por esse presente. A música harmonizou-se perfeitamente. Te adoro, minha linda. Um sábado maravilhoso pra você!!!!