CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

SINO DO VENTO

Nº DE ACESSOS DESDE 22/11/2010

contador de visitas

NEFERTITI

NEFERTITI

Amigos Caminhantes

POSTAGENS RECENTES

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS

KYPHI PARA ILUMINAR OS SONHOS
incenso egípcio

ASFALTO DAS HORAS RECEBEU O SELO DA VEJABLOG - OS MELHORES BLOGS DO BRASIL

ASFALTO DAS HORAS FAZ PARTE DOS MELHORES BLOGS CULTURAIS

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/
Obrigada por visitar e comentar as postagens

CADASTRE-SE E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

25 de janeiro de 2011

SOB DOMÍNIO

As mãos tirânicas do silêncio
me moldam com gesso e gestos
na medida dos teus desejos.
Se me deixares
nada irá me salvar da solidão
que muitas vezes
navega à deriva
dentro dos meus olhos.

Shirley Brunelli Crestana

12 COMENTE AQUI:

Ingrid disse...

linda imagem de solidão querida Shirley..
versos pungentes..
beijo amada.

Meri Pellens disse...

Que o amor jamais abandone nenhum de nós.
Beijo na alma, querida.

Sotnas disse...

Olá Shirley, desejo que tudo esteja bem contigo, sempre!
Entregar-se entre a ponto de se deixar moldar por medo da solidão, creio ser um exagero! Sentimos doer à solidão de verdade quando perdemos nossa identidade. Pois a não presença de alguém ao lado não significa que vamos sofrer a dor da solidão, claro que depende de como cada qual encara este momento. Bem, mais isso são somente minhas considerações. Por conta deste belo poema que me faz pensar. E me parece que é o desejo do poeta, provocar estas diversas reações nos leitores! Muito bom poema, expressando uma maneira de sentir a solidão!
Desejo a você e todos ao redor iluminada e feliz existência sempre. Obrigado pelas visitas e comentários sempre gentis e carinhosos, grande abraço e até mais!

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

ola ,Shirley,
bom demais suas visitas e comentarios no meu blog ,bom saber que mesmo pela internet existe pessoas que nos considera mesmo sem nos conhecer obrigada e volte sempre la
beijo carinhoso

Carla Ceres disse...

Poema pequenino e lindo de doer! Escrever é pra quem sente e sabe. Beijos!

Carla Ceres disse...

Poema pequenino e lindo de doer! Escrever é pra quem sente e sabe. Beijos!

Rosario disse...

Hola Shirley, por fin he dado con su bloger,me hs encantado.
Saludos.

Multiolhares disse...

sem amor a vida perde o verdadeiro significado
beijos

Malu disse...

Shirley,


Seus versos tem a profundidade
do amor ...

Bjo e uma Noite de Paz.

•!¦[•Mara Bombo•]¦!• disse...

Minha querida, esses poemas de "Alma" e misteriosos (alguém aqui já disse isso) me fascina a cada leitura. E que ninguem me censure,por ter bom gosto! amar o que você escreve! e me orgulhar de ser sua prima.
bjs
Mara Bombo

♪ Sil disse...

Coisa linda as suas palavras!

E a solidão navega à deriva dentro dos meus olhos.

Bem por ai Shirley!


Um abraço grande!

Cida disse...

Gostei do poema, e gostei da sua visita ao mosaicos :)

Tudo de ótimo pra você.

Beijoooooo

Cid@